Diferenças entre edições de "Instituição"

1 447 bytes adicionados ,  14h45min de 20 de junho de 2016
Desfeita a edição 45950633 de 193.236.42.241
(Desfeita a edição 45950633 de 193.236.42.241)
{{fusão de|Organização social}}
{{sem-fontes|data=Dezembro de 2008}}
'''Instituições''' são [[organização|organizações]] ou mecanismos sociais que controlam o funcionamento da [[sociedade]] e, por conseguinte, dos [[indivíduos]], mostram-se de interesse social, uma vez que refletem experiências quantitativas e qualitativas dos processos socioeconômicos. Organizadas sob o escopo de regras e [[norma]]s, visam à ordenação das interações entre os indivíduos e entre estes e suas respectivas formas organizacionais. Com outras palavras, as instituições sociais tem seu papel fundamental no processo de socialização, ou seja, tem como objetivo fazer um indivíduo tornar-se membro da sociedade.
 
Tornando mais econômicas essas interações, as instituições (formais ou informais), são instrumentos indispensáveis à compreensão da [[historicismo|lógica evolutiva]] das [[Atomismo lógico|partículas sociais]], sendo o seu estudo primordial ao entendimento dos [[Complexidade|complexos]] processos pelos quais o [[Capital]] se [[Estruturalismo|estrutura]]. Em essência, as instituições são responsáveis pela organização das interações socias, analisando sua evolução e desenvolvendo métodos que as associem a ambiente favorável à [[Mercado|alocação racional de recursos]] que otimizem a satisfação de suas [[necessidades econômicas|necessidades]].
 
A primeira teoria abrangente das instituições foi proposta em 1956 pelo filósofo e sociólogo alemão [[Arnold Gehlen]]
 
{{wikiquote|Instituição}}
Utilizador anónimo