Diferenças entre edições de "Túlio Hostílio"

55 bytes adicionados ,  11h29min de 24 de junho de 2016
sem resumo de edição
m (adicionou Categoria:Hostilii usando HotCat)
}}
 
'''Túlio Hostílio''', em [[latim]] ''Tullus Hostilius'', foi o terceiro dos reis lendários de Roma, pertencente à [[gensgente (Roma Antiga)|gente]] [[Hostílios|Hostília]], compreendida entre as cem ''[[gens]]''gentes descritas por [[Tito Lívio]]. Foi o sucessor de [[Numa Pompílio]].
 
As suas guerras com [[Alba Longa]], [[Fidene]] e [[Veios]] indicam as primeiras conquistas de território [[Latinos|latino]] e o primeiro aumento dos domínios romanos fora dos muros de [[Roma]]. Foi durante seu reinado que ocorreram os combates entre [[horácios]] e [[curiácios]] <ref name=GILBERT>{{Citar livro |nome = John|sobrenome = GILBERT
Segundo a tradição, as relações amigáveis entre romanos e a população de Alba Longa, nas colinas vizinhas a Roma, tinham terminado e havia controvérsias porque as pessoas havia começado a fazer incursões nos campos e hortas uns dos outros, roubando-se reciprocamente animais <ref name=GILBERT/> e colheitas. A resposta do rei romano às reclamações de Alba Longa foi que o início do litígio deu-se por culpa deles.
 
O apoio que Túlio Hostílio recebeu da aristocracia está celebrado na [[lenda dos Horácios]], imortalizado por [[Corneille]] ao escrever ''[[Horace (Corneille)|Horace]]'' no século de [[Luís XIV de França|Luís XIV]]. Os exércitos de ambas cidades se preparavam para combater, mas a batalha teria sido resolvida por um combate singular entre os três irmãos Horácios, romanos, e os Curiácios, três irmãos de Alba. Alba Longa foi derrotada e submetida ao [[Estado]] romano. Quando Alba Longa recusou-se a ajudar Roma em um conflito posterior, os chefes foram desmembrados com carroças lançadas em direções opostas. Depois a cidade foi destruída <ref name=GILBERT/> e os habitantes transferidos ao monte [[Célio]].
 
===Guerra contra os sabinos===