Abrir menu principal

Alterações

4 452 bytes removidos, 13h09min de 4 de agosto de 2016
'''Ortografia''' é a parte da [[gramática normativa]] que ensina a escrever corretamente as palavras de uma [[linguagem humana|língua]].
A ortografia deriva das palavras gregas ''ortho'' (ορθο no [[alfabeto grego]]) que significa "correto" e ''graphos'' (γραφος) que significa "escrita".
<ref name="aurélio">
{{citar livro
|autor=FERREIRA, Aurélio Buarque de Hollanda
|título=mini Aurélio
|edição=8
|página=551
|ano=2010
|editora=Positivo
|local=Curitiba
|isbn=85-385-4239-1
}}
</ref>
definindo, nomeadamente, o conjunto de símbolos ([[letra]]s e [[diacrítico|sinais diacríticos]]), a forma como devem ser usados, a [[pontuação]], o uso de maiúsculas, etc. É o conjunto de regras estabelecidas pela [[gramática normativa]].
<ref name="PLeL">
{{citar livro
|autor=Abaurre, Maria Luiza; Pontara, Marcela Nogueira; Fadel, Tatiana
|título=Português: língua e literatura
|volume=1
|volumes=1
|edição=2
|página=149
|ano=2005
|editora=Moderna
|local=São Paulo
|isbn=85-16-03845-9
}}
</ref>
 
Apesar de oficialmente sancionada, a ortografia não é mais do que uma tentativa de transcrever os sons de uma determinada língua em símbolos escritos. Esta transcrição costuma se dar sempre por aproximação e raramente está isenta de ambiguidades.
 
Um dos sistemas ortográficos mais complexos é o da [[língua japonesa]], que usa uma combinação de várias centenas de caracteres ideográficos, o [[kanji]], de origem chinesa, dois silabários, [[katakana]] e [[hiragana]], e ainda o alfabeto latino (não se trata de alfabeto latino, mas sim a forma fonética de representar os silabários) , a que dão o nome [[romaji]]. Todas as palavras em [[língua japonesa|japonês]] podem ser escritas em katakana, hiragana ou romaji. E a maioria delas também pode ser identificada por caracteres kanji. A escolha de um tipo de escrita depende de vários fatores, nomeadamente o uso mais habitual, a facilidade de leitura ou até as opções estilísticas de quem escreve.
 
== Tipos ==
 
{{Sem-fontes|data=janeiro de 2014}}
 
Analisando as línguas europeias podem identificar-se duas ortografias diferentes:
 
;Ortografia fonética
:Cada som corresponde a uma letra ou grupo de letras únicos e cada letra ou grupo de letras corresponde a um único som.
;Ortografia etimológica
:Um mesmo som pode corresponder a diversas letras e cada letra ou grupo de letras pode corresponder a diversos sons, dependendo da história, da gramática e dos usos tradicionais.
 
Exceto o [[Alfabeto Fonético Internacional]], que consegue fazer a transcrição para caracteres alfabéticos de todos os sons, não há sistemas ortográficos pura e exclusivamente fonéticos. No entanto, podemos dizer que são eminentemente fonéticas as ortografias das línguas [[língua búlgara|búlgara]], [[língua finlandesa|finlandesa]], [[língua italiana|italiana]], [[língua russa|russa]], [[língua turca|turca]], [[língua alemã|alemã]] e, até certo ponto, a da [[língua espanhola]]. No caso particular do espanhol, podemos admitir que se trata de uma ortografia fonética em relação ao espanhol padrão falado na [[Espanha]], mas não tanto em relação aos falares latino-americanos, em especial aos da [[Argentina]] e [[Cuba]], nos quais nem sempre se verifica que cada som corresponde a uma letra ou grupo de letras.
 
A [[ortografia da língua portuguesa|ortografia atual do português]] é, também, mais fonética do que etimológica. No entanto, antes da [[Reforma Ortográfica de 1911]] em [[Portugal]], a escrita oficialmente usada era marcadamente etimológica. Escrevia-se, por exemplo, ''pharmacia'', ''lyrio'', ''orthographia'', ''phleugma'', ''diccionario'', ''caravella'', ''estylo'' e ''prompto'' em vez dos actuais ''farmácia'', ''lírio'', ''ortografia'', ''fleuma'', ''dicionário'', ''caravela'', ''estilo'' e ''pronto''. A ortografia tradicional etimológica perdurou no [[Brasil]] até a década de 1930.
 
Um exemplo típico de ortografia etimológica é a escrita do [[língua inglesa|inglês]]. Em inglês um grupo de letras (por exemplo: ''ough'') pode ter mais de quatro sons diferentes, dependendo da palavra onde está inserido. É também a etimologia que rege a escrita da grande maioria das palavras no [[língua francesa|francês]], onde um mesmo som pode ter até nove formas de escrita diferentes, caso das palavras homófonas ''au'', ''aux'', ''haut'', ''hauts'', ''os'', ''aulx'', ''oh'', ''eau'', ''eaux''.
 
== Ver também ==
Utilizador anónimo