Diferenças entre edições de "Sara"

20 bytes adicionados ,  12h37min de 20 de agosto de 2016
sem resumo de edição
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 179.235.135.224, com Reversão e avisos.)
[[Imagem:Sarah Abraham.jpg|thumb|Sara (direita) e [[Abraão]] hospedando o Senhor e dois anjos, em ilustração da Bíblia da Criança]]
[[Imagem:Burial of Sarah.png|thumb|direita|270px|'''O Enterro de Sara''', gravura de [[Gustave Doré]] (1832-1883)]]
'''Sara''' ([[hebraico]]: שָׂרָה, [[hebraico moderno]]: ''Sara'', [[Hebraico tiberiano|tiberiano]]: ''Śārā''; pronunciado [[Wikipedia:IPA for Portuguese and Galician|/ˈsɛərə/]]; [[latim]]: ''Sara''; [[árabe]]: سارة) foi a esposa de [[Abraão]] e mãe de [[Isaque]] como é descrito no [[Bíblia hebraica|Antigo Testamento]] e no [[Alcorão]]. Seu nome original era '''[[Sarai]]'''. De acordo com [[Gênesis]] 17:15, Deus mudou seu nome para Sara como parte de uma [[Aliança (Bíblia)|aliança]] com [[Yahweh]] após [[Hagar]] dar a Abraão seu filho [[Ismael]].
 
O nome hebraico ''Sara'' indica um mulher de alta hierarquia e algumas vezes é traduzido como “princesa”. Ele também pode significar “senhora”.
Então caiu Abraão sobre o seu rosto, e riu-se, e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho? E dará à luz Sara da idade de noventa anos? [[Gênesis]] 17:17
 
E disse Deus: Na verdade, Sara, tua mulher, te dará um filho, e chamarás o seu nome [[Isaque]], e com ele estabelecerei a minha aliança, por aliança perpétua para a sua descendência depois dele. [[Gênesis]] 17:19
 
A palavra no hebraico quer dizer "princesa" ou mandatária. Seu nome no original era Sarai, que significa "minha princesa". Seu nome foi modificado quando o de [[Abraão|Abrão]] foi mudado para [[Abraão]], quando foi estabelecida a circuncisão como sinal do [[Pacto Abraâmico]].
 
Em [[Gênesis]] 20.12. Abraão fala de Sara como sua "irmã, a filha de meu pai, mas não a filha de minha mãe". Alguns intérpretes entendem este texto de forma liberal, querendo dizer sobrinha, sendo que Hara era talvez seu pai, meio-irmão de Abraão. Não há como testar esta teoria. Sabe-se que os antigos no Oriente casavam até mesmo com irmãs, prática que mais tarde a legislação de [[Moisés]] proibiu, por considerá-la [[incesto|incestuosa]] (ver [[Levítico]] 18.9).
 
== Ver também ==