Diferenças entre edições de "Calhandriz"

359 bytes adicionados ,  21h33min de 22 de agosto de 2016
sem resumo de edição
|brasão = VFX-calhandriz.png
|bandeira = <!-- tamanho maximo da imagem: 150px -->
|mapa = [[File:Calhandriz00.PNG|thumb|300px|Freguesia de Calhandriz]]
|mapa = <!-- tamanho maximo da imagem: 300px -->
|latP =N | latG =38| latM =55 | latS =30
|lonP =W | lonG =9| lonM =04 | lonS =04
|extra =
}}
 
[[File:Calhandriz00.PNG|thumb|300px|Freguesia de Calhandriz]]
'''Calhandriz''' é uma antiga [[freguesia]] [[Portugal|portuguesa]] do concelho de [[Vila Franca de Xira]], com 7,12&nbsp;km² de área e 801 habitantes (2011). A antiga freguesia é constituída pelas aldeias de Adanaia, Calhandriz, Loureiro, Lugar da Igreja, Lugar do Mato, Mato da Cruz e Pardieiro.<br />
 
Foi unida às freguesias de Alhadra e São João dos Montes, formando a [[Alhandra, Calhandriz e São João dos Montes|União das Freguesias de Alhandra, Calhandriz e São João dos Montes]] com sede em Alhandra.
<br />
Foi unida às freguesias de AlhadraAlhandra e São João dos Montes, formandooriginando a [[Alhandra, Calhandriz e São João dos Montes|União das Freguesias de Alhandra, Calhandriz e São João dos Montes]], com sede emna vila de Alhandra. O actual edifício da junta funciona como uma delegação da Junta de Freguesia de Alhandra, Calhandriz e São João dos Montes.
 
 
 
=== Invasões Francesas ===
Na freguesia, existem cincosete fortes militares pertencentes às defesas das Linhas de Torres Vedras, que defenderam a cidade de Lisboa durante as Invasões Francesas. Calhandriz é a freguesia, de Vila Franca de Xira, que inclui o maior número de estruturas fortificadas pertencentes às Linhas de Torres Vedras (edificadas entre 1809 e 1812).<br />
Os fortes militares Reduto Novo da Costa da Freira, Reduto Novo da Serra do Formoso, Forte da Serra do Formoso e os Fortes n.º 1 e n.º 2 da Calhandriz encontram-se todos em bom estado de conservação. Existe ainda o Forte n.º 3 da Calhandriz e o Forte da Calhandriz ou do Chão da Oliveira que se encontraencontram em ruínas.<ref> [http://www.cm-vfxira.pt/pages/141], Fonte: publicação site CMVFXira.</ref>
==== Episódio do Vale da Calhandriz ====
No dia 16 de Outubro de 1810, o marechal Masséna deslocou-se ao Vale da Calhandriz, num reconhecimento, onde quase foi atingido por um tiro disparado do forte militar do Reduto Novo da Serra do Formoso. Masséna terá tirado o chapéu e feito uma vénia em sinal de respeito e consideração pela qualidade do atirador, retirando-se de seguida.<ref>[http://itinerante.pt/linhas-de-torres-vedras-regresso-ao-passado-uma-viagem-ao-futuro/], Fonte: Revista ITINERANTE Especial 2010 – Linhas de Torres Vedras. Adaptação do texto de Carlos Silveira.</ref>
 
== Património ==
Apesar da escassez de vestígios arqueológicos, a freguesia de Calhandriz possuí algum património edificado.
Apesar da escassezSão de vestígios arqueológicos, a freguesia de Calhandriz possuí algo património edificado, do qual se destacadestacar: a [[Igreja Matriz de São Marcos (Calhandriz)|Igreja Matriz de S. Marcos]], a estátua do Bispo D. Francisco Gomes de Avelar, o Cruzeiro, o Chafariz do Caminho do Jogo, os fortes militares das Linhas de Torres Vedras, e o edifício das colectividades. e<ref> alguns jardins e parques, bem como tanques e lavadouros públicos.[[Filehttp:Forte das Linhas de Torres Vedras//www.jpg|thumb|Umcm-vfxira.pt/pages/141], dosFonte: muitospublicação Fortessite das Linhas de Torres Vedras localizado na freguesia de CalhandrizCMVFXira.]]</ref>
Fazem ainda parte do património vários jardins e parques, bem como tanques e lavadouros públicos.[[File:Forte das Linhas de Torres Vedras.jpg|thumb|Um dos muitos Fortes das Linhas de Torres Vedras localizado na freguesia de Calhandriz.]]
 
== Gastronomia ==
14

edições