Diferenças entre edições de "Suplemento alimentar"

4 618 bytes adicionados ,  19h02min de 24 de agosto de 2016
acréscimo sobre regulamentação de suplementos alimentares pela ANVISA
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de Liviosousa (Meses --> inicial minúscula), com Reversão e avisos.)
(acréscimo sobre regulamentação de suplementos alimentares pela ANVISA)
Os '''suplementos alimentares''' são preparações destinadas a complementar a [[dieta]] e fornecer [[nutriente]]s, como [[vitamina]]s, [[minerais]], [[fibras]], [[ácidos graxos]] ou [[aminoácidos]], que podem estar faltando ou não podem ser consumidos em quantidade suficiente na dieta de uma pessoa. Os suplementos alimentares para [[fisiculturismo]] são usados por praticantes de atividade física, mais comumente em praticantes de [[musculação]], proporcionando nutrientes essenciais como [[proteínas]], [[carboidratos]], aminoácidos, vitaminas etc.<ref>{{Citar web |autor= Cristiane Mara Cedra |url= http://www.anutricionista.com/o-que-sao-suplementos-alimentares.html |título= O que são Suplementos Alimentares?|língua= |obra= |data= |acessodata= 21 de março de 2016.}}</ref><ref>{{Citar web |autor= |url= http://emagrecacomdisposicao.com/dicas-para-emagrecer-de-vez-como-perder-barriga/suplementos-alimentares/ |título= Suplementos alimentares: O que são? Quais os tipos? Emagrecem?|língua= |obra= |data= |acessodata= 21 de março de 2016.}}</ref>
 
== Suplementação desportivaesportiva ==
 
O uso de suplementos cresce no mercado e muitas pessoas buscam esse tipo de produto na esperança de mais saúde, beleza e rendimento. AsSuplementos promessasalimentares desão resultadosnutrientes feitasespecíficos, pelosprescritos fabricantespor geralmentemédicos nãonutrólogos possuemou qualquernutricionistas, respaldocom científicoo intuito de melhorar a performance ou sãoaumentar embasadasa emtolerância pesquisasa encomendadastreinos de alta intensidade ou longa duração por atletas. BurkeNo &Brasil, Reada classificamANVISA os(Agência suplementosNacional emde duasVigilânica grandesSanitária) categorias:regula osa suplementosclassificação, dietéticosa designação, a composição e osa rotulação auxiliadoresdestes ergogênicosprodutos.
 
No Brasil, apesar da popularização do termo "suplemento alimentar", a legislação sanitária não prevê esta categoria, nomeando os suplementos como "alimentos para atletas". De acordo com a ANVISA, atletas são praticantes de exercício físico com especialização e desempenho máximos com o objetivo de participação em esporte com esforço  muscular intenso. Os alimentos  para  atletas são considerados  alimentos  para fins  especiais,  destinados a atender  as  necessidades nutricionais  específicas  e  auxiliar no  desempenho  de atletas. Esses produtos não podem apresentar  substâncias  estimulantes,  hormônios  ou  outras consideradas  como [http://www.nutroesporte.com.br/suplemento-bomba-e-doping/ doping]<ref>{{Citar web|url=http://www.nutroesporte.com.br/suplemento-bomba-e-doping/|titulo=Nutroesporte {{!}} Suplemento, bomba e doping|data=|acessodata=2016-08-24|obra=wp.me|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> pela [[WADA]].  
Os suplementos dietéticos são similares aos alimentos em relação aos nutrientes fornecidos, são produtos práticos para ingestão durante atividades, podem servir como auxiliares no aumento do consumo energético ou do aporte vitamínico-mineral. Entre eles, estão: as bebidas esportivas (com [[CHO]] e [[eletrólito]]s), os suplementos com alto teor de CHO (como os geis de CHO), os multivitamínicos, os vitamínicos, os suplementos minerais, as refeições líquidas e os suplementos à base de [[cálcio]].
 
Os  alimentos para  atletas  são  regulamentados  pela Resolução-RDC  n. 18/2010. A classificação, designação, registro da composição e rotulagem são controlados pela ANVISA.  Podem ser produzidos e comercializados na forma de tablete, comprimido, gel, pó, líquido, cápsula e barra, preenchendo os requisitos do artigos 6° ao 12°. São classificados  como:  suplemento hidroeletrolítico; suplemento  energético;  suplemento  [http://www.nutroesporte.com.br/explicando-os-suplementos-whey-protein-parte-1/ protéico]<ref>{{Citar web|url=http://www.nutroesporte.com.br/explicando-os-suplementos-whey-protein-parte-1/|titulo=Nutroesporte {{!}} Explicando os suplementos {{!}} Whey protein parte 1|data=|acessodata=2016-08-24|obra=wp.me|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>;  suplemento  para substituição parcial  de refeições  de  atletas; suplemento  de  [http://www.nutroesporte.com.br/explicando-os-suplementos-creatina/ creatina]<ref>{{Citar web|url=http://www.nutroesporte.com.br/explicando-os-suplementos-creatina/|titulo=Nutroesporte {{!}} Explicando os suplementos: Creatina|data=|acessodata=2016-08-24|obra=wp.me|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>; suplemento  de  [http://www.nutroesporte.com.br/explicando-os-suplementos-cafeina/ cafeína]<ref>{{Citar web|url=http://www.nutroesporte.com.br/explicando-os-suplementos-cafeina/|titulo=Nutroesporte {{!}} Explicando os suplementos: Cafeína|data=|acessodata=2016-08-24|obra=wp.me|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>. Essa  denominação  deve  constar do  painel  principal da  rotulagem  e no  caso  de produto importado,  deve  estar traduzida  na  etiqueta junto  às  demais  informações obrigatórias. 
 
Mas todo cuidado é pouco porque, dependendo da origem do suplemento, existe uma grande chance de contaminação. No Brasil, a Anvisa se encarrega de regulamentar e fiscalizar os suplementos. Em outros países, como nos Estados Unidos, o órgão que regulamenta os suplementos não é o mesmo que regulamenta remédios e drogas, então o nível de fiscalização diminui e é comum a contaminação nos suplementos. Portanto, a WADA não recomenda o uso de suplementos para evitar que o atleta seja pego num teste
 
Muitas vezes, um atleta vai precisar de suplemento, seja para atingir o total de proteínas e calorias do dia, seja para ganhar massa muscular ou para aumentar a tolerância aos treinos. Nesse ponto, é melhor a prescrição de suplementos nacionais, por conta da regulação que a Anvisa faz. Ainda assim, uma dieta balanceada é o melhor recurso ergogênico e que, antes de usar qualquer suplemento, é necessário o ajuste do que o atleta come.
 
A realidade é que muitas pessoas que praticam exercício de forma recreativa (sem intenção de competir) usam suplementos, na maior parte das vezes por conta própria e sem orientação, com intuito de emagrecer ou ganhar massa muscular mais rápido.
 
Os suplementos também vêm sendo muito utilizados por [http://www.nutroesporte.com.br/vegetarianismo-e-suplementos/ atletas vegetarianos]<ref>{{Citar web|url=http://www.nutroesporte.com.br/vegetarianismo-e-suplementos/|titulo=Nutroesporte {{!}} Vegetarianismo e suplementos|data=|acessodata=2016-08-24|obra=wp.me|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> como uma alternativa para manter o equilíbrio de macronutrientes nas suas dietas.
 
Os suplementos dietéticos são similares aos alimentos em relação aos nutrientes fornecidos, são produtos práticos para ingestão durante atividades, podem servir como auxiliares no aumento do consumo energético ou do aporte vitamínico-mineral. Entre eles, estão: as bebidas esportivas (com [[CHO]]crboidratos e [[eletrólito]]s), os suplementos com alto teor de CHO (como os geis de CHO), os multivitamínicos, os vitamínicos, os suplementos minerais, as refeições líquidas e os suplementos à base de [[cálcio]].
 
Por eliminação, o restante das substâncias ingeridas de forma suplementar à alimentação seria considerado auxiliador ergogênico. Os suplementos dietéticos não promovem aumento de desempenho. O resultado melhor na ''performance'' seria uma consequência da capacidade em atender uma demanda nutricional. Ou seja, o atleta não ficaria mais forte ou mais rápido devido ao suplemento, mas conseguiria manter-se em atividade mais tempo, por exemplo. Já o [[auxiliador ergogênico]] teria a capacidade de aumentar a ''performance'', fornecendo substâncias que fisiologicamente não fariam parte da demanda nutricional. Outras classificações surgiram e alguns autores classificam todos os suplementos como sendo ergogênicos porque, de uma forma ou de outra, eles auxiliam na ''performance''.
 
Na verdade, a grande diferenciação que se deve fazer é: existem substâncias que podem agir alterando processos metabólicos e genéticos diferentemente dos alimentos e existem produtos que simplesmente fornecem os nutrientes que normalmente viriam da alimentação de outra forma. É a linha que divide o que seria considerado suplementação nutricional do que se aproxima do ''[[doping]]''. Dessa forma, quem consome suplementos e participa de eventos esportivos, deve estar atento para o conteúdo real do suplemento, para não ingerir substâncias proibidas, fato que já ocorreu com atletas importantes, que foram condenados por ''doping'', depois provando-se que a substância provinha de produtos comercializados como “suplementos alimentares”.
* {{Referências}}
 
<references />
{{referências}}
 
== Bibliografia ==
 
* [http://observador.pt/especiais/suplementos-alimentares-sera-natural-sempre-bem/ Suplementos alimentares. Será que o natural faz sempre bem?, por Marlene Carriço, Observador, 3 Março 2016]
* [http://www.nutroesporte.com.br Nutroesporte: nutrição e saúde esportiva em um só lugar]
 
{{Esboço-nutrição}}
1

edição