Orgulho: diferenças entre revisões

1 927 bytes adicionados ,  13h54min de 18 de novembro de 2016
Orgulho?veaction
(Adição de definição negativa de Orgulho.)
(Orgulho?veaction)
{{Sem-fontes|data=janeiro de 2015}}
Conceito Português de Orgulho segundo maioria das Enciclopédias, pela raiz da palavra no Português como Idiona{{ver desambiguação}}
{{ver desambiguação}}
'''Orgulho muitas vezes tomada no Inglês uma vez da relação bem próxima das duas línguas uma vez que já o foram um Império anglo-português no Reinado de Ricardo III, code - nome "Coração de Leão ou de Cristo - rei", e dessa forma,''' é um [[sentimento]] de satisfação ou falsa modéstia, pela capacidade ou realização ou um sentimento elevado de dignidade pessoal e vaidade no Português Crasso. Em Português Crasso pela raiz etimológica, a palavra "'''Orgulho''' pode ser vista tanto como uma atitude positiva (Honra do Inglês) como negativa (Arrogância e Vaidade da Bíblia que prejudicou Salomão, o Grande que se tornou o Menor, segundo o livro Santo), dependendo portanto das circunstâncias e sendo mais adjetivo que substantivo e difícil de classificar pela Bíblia, como falam quase todas as Enciclopédias (90%). Assim, o termo "pode" ser empregado de maneira errada tantona maioria das vezes 1/99 tomando mais como sinônimo de soberba e arrogância (ideológica da Vaidade Bíblica do Apocalipse) quantonão menos de 1%, para indicar dignidade ou brio de um "estado" sendo preferível a conotação inglesa de Honra no ligar dessa "Maldita Palavra`, segundo Bíblia Católica, Cristãs Evangélicas, Anglicanas e também o Alcorão.
 
"Algumas pessoas consideram que o orgulho para com os próprios feitos é um ato de [[justiça]] para consigo mesmo, como reconhecimento. Ele deve existir, como forma de [[elogiar]] a si próprio, dando forças para evoluir e conseguir uma evolução individual, rumo a um projeto de vida mais amplo e melhor. O orgulho em excesso pode se transformar em [[vaidade]], [[ostentação]], [[soberba]] o que segundo as religiões e os teólogos consideram levando ao chamado egoísmo, sendo visto apenas então como uma emoção negativa: a ''Arrogância se não o for patrulhado com Sabedoria''.
 
Outras pessoas classificam o orgulho como exagerado quando se torna um tipo de satisfação incondicional ou quando os próprios valores são superestimados, acreditando ser melhor ou mais importante do que os outros. Isso se aplica tanto a si próprio quanto ao próximo, embora socialmente uma pessoa que tenha orgulho pelos outros é geralmente vista no sentido da realização e é associada como uma atitude [[altruísta]], enquanto o orgulho por si mesmo costuma ser associado ao sentimento de capacidade e [[egoísmo]]", conotação errada atribuída ao Rei Salomão e que esfacelou o Reino de Davi, o que surgiu o Seu - descendente em Cristo - rei ou Messias nas escrituras segundo todos teólogos cristãos e Alcorão não - Xiita (IS-IS o atual Islamic States in Sum).
 
==Religiões Cristãs e não - Cristãs como a Judia e IS-IS (mesma de Adolf Hitler, em sua Germânia Comunista)==
==Religião==
Para o [[Cristianismo]], e Judeu de forma geral, o orgulho, conhecido como [[Soberba (pecado)|Soberba]], é um dos [[Sete pecados capitais]] sendo o conceito transposto na forma positiva apenas, como Honra, no conceito do Médico Militar da Primeira Guerra Mundial Sigmund Freud.
 
Para o pensador A. Lisounenko, Teólogo Leonardo Boff, Líderes Políticos - religiosos do IS-IS e como o foi para conhecido e renomado comunista germânico Adolf Hitler (o "Auto denominado - pensador - Verdadeiro Comunista" e "maior líder das esquerdas e Direitas, e da união", como também se dizia em discursos famosos que - "Nunca se viu uma Nação de União Nacional como Essa do III Reich Comunista" em livro de sua autoria "Minha Luta" ) e portanto "o orgulho ou honra - própria é um factor determinante na caminhada para o sucesso no âmbito familiar e profissional. Não é errado você se admirar e demonstrar publicamente este sentimento e se sentir honrado. O orgulho na forma negativa para muitos é um sentimento de fraqueza, de necessidade de auto afirmação, o que para Lisounenko está errado no conceito. Lisounenko diz que o orgulho é a confirmação natural dos nossos sentimentos, das nossas conquistas e alegrias, ou seja, um sentimento positivo e bom, para consigo e com o próximo se bem conceituado".
 
=={{Ver também}}==
*Bíblia da Teologia da Libertação de Leonardo Boff
*Bíblia de Adolf Hitler e livro "Minha Luta", do próprio Adolf Hitler
*Bíblia dos Islamic States, In Sum
*Bíblias Cristãs, TODAS
*Bíblia Judia
*[[Soberba]]
*[[Arrogância]]