Diferenças entre edições de "Eletroencefalografia"

1 401 bytes adicionados ,  14h59min de 20 de novembro de 2016
Inclusão do parágrafo de investigação
(Inclusão do parágrafo de investigação)
|}
A prática de utilizar apenas números inteiros nas definições vem a partir de considerações de ordem prática nos dias quando só todo ciclos poderia ser contado de registros em papel. Isto leva a lacunas nas definições, como visto em outro lugar na página. As definições teóricas têm sido sempre mais cuidadosamente definido para incluir todas as frequências. Infelizmente, não há acordo no padrão obras de referência sobre o que esses intervalos devem ser - valores para a extremidade superior do alfa e extremidade inferior do beta incluem 12,13,14 e 15.Se o limite é tomado como 14 Hz, então o mais lento beta onda tem aproximadamente a mesma duração que o maior pico (70ms), o que torna este o mais útil de valor.
 
== Investigação ==
Para além do seu uso clínico, registos de EEG que posteriormente são transformados em análises numéricas resultando num registo de EEG quantitativo ([[:en:Quantitative_electroencephalography|QEEG]]), têm sido cada vez mais utilizados para investigações nas áreas psicologia comportamental e social. Estes registos permitem correlacionar padrões neuronais com determinados comportamentos sociais. Ao contrário da ressonância magnética (RM), a monitorização encefalográfica apresenta um elevado grau de resolução temporal, perdendo apenas na sua resolução espacial.
 
Em 2014 um estudo de Kovalinka em pares de indivíduos demonstrou que existia um supressão da actividade Frontal quando a tarefa era realizada entre os pares. Tal não se verificou quando a tarefa exigia apenas a iteração entre computador e indivíduo. Ainda, esta supressão mostrou-se mais marcada nos indivíduos identificados como lideres de cada par, comparando com o respectivo seguidor desse mesmo duo. <ref>{{Citar periódico|ultimo=Konvalinka|primeiro=Ivana|coautores=Markus|data=2014-07-01|titulo=Frontal alpha oscillations distinguish leaders from followers: multivariate decoding of mutually interacting brains|jornal=NeuroImage|volume=94|paginas=79–88|issn=1095-9572|pmid=24631790|doi=10.1016/j.neuroimage.2014.03.003|url=https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24631790}}</ref>
 
== Ver também ==
Utilizador anónimo