Abrir menu principal

Alterações

262 bytes removidos ,  05h51min de 7 de janeiro de 2017
→‎Nome: Deleto toda a seção, pois, além de irrelevante, não cita fontes e está irresponsavelmente errada, uma vez que se refere apenas ao período elizabetano do autor.
 
Shakespeare foi um poeta e dramaturgo respeitado em sua própria época, mas sua reputação só viria a atingir o nível em que se encontra hoje no [[século XIX]]. Os [[românticos]], especialmente, aclamaram a genialidade de Shakespeare, e os [[Era Vitoriana|vitorianos]] idolatraram-no como um [[herói]], com uma reverência que [[George Bernard Shaw]] chamava de "bardolatria".<ref>{{Harvnb|Bertolini|1993|loc=119}}.</ref> No [[século XX]] sua obra foi adotada e redescoberta repetidamente por novos movimentos, tanto na academia e quanto na performance. Suas peças permanecem extremamente populares hoje em dia e são estudadas, encenadas e reinterpretadas constantemente, em diversos contextos culturais e políticos, por todo o mundo.
 
== Nome ==
Embora o mundo o conheça como William Shakespeare, na época de [[Elizabeth I de Inglaterra]] a ortografia não era fixa e absoluta, então encontraram-se nos documentos os nomes ''Shakspere'', ''Shaksper'' e ''Shake-speare''.{{Carece de fontes}}
 
== Identidade ==
Esta está envolta em grande polémica, muito continua ainda por saber sobre William Shakespeare - quem foi, por onde andou ou com quem se dava. Não faltam teorias<ref>[http://observador.pt/especiais/qual-destes-verdadeiro-william-shakespeare/ Qual destes foi o verdadeiro William Shakespeare?, Rita Cipriano, Observador, 17 Abril 2016]</ref> — uns dizem que era [[Francis Bacon]], a [[Isabel I de Inglaterra|Rainha Isabel I]] disfarçada e até um francês chamado [[Jacques Pierre]]. Mas, se não o virmos como tendo uma vida própria, a mais credível é que seria um pseudónimo de [[Christopher Marlowe]]. Pois, este último, que era igualmente um poeta e dramaturgo seu contemporâneo, que emprega nos seus versos um estilo ou estrutura muito similar, parece ter sido provado que terá trabalhado na composição de algumas peças de teatro atribuídas a Shakespeare<ref>[http://observador.pt/2016/10/25/afinal-christopher-marlowe-tambem-foi-shakespeare/ Afinal, Christopher Marlowe também foi Shakespeare, Rita Cipriano, Observador, 25/10/2016]</ref>.
40

edições