Diferenças entre edições de "Ásia Central"

22 bytes adicionados ,  20h21min de 16 de fevereiro de 2017
Corrigi erros de concordância
(Retirei informações sem fontes e acrescentei outros elementos relevantes.)
(Corrigi erros de concordância)
As relações entre os nômades das estepes e as populações sedentárias da [[Ásia Central]] têm sido controversas. O estilo de vida nômade era bem adequado para a prática da guerra e os cavaleiros das estepes estavam entre os povos da segunda maior potência militar do mundo, mas foram limitados pela falta de unidade interna. Nos momentos em que muitas tribos estavam sob o comando de grandes líderes criaram exércitos quase imparáveis, com a invasão da [[Europa]] realizada pelos [[hunos]], os ataques de [[Wu Hu]] a China e, especialmente, a conquista de grande parte da [[Eurásia]] pelos [[mongóis]].
 
O domínio dos nômades terminou no [[século XVI]], quando as armas de fogo permitiram aos povos sedentários controlar a região. Desde então, [[Rússia]], [[China]] e outras potências expandiram pela região e chegaram a assumir a maior parte da Ásia Central no [[século XIX]]. Após a [[Revolução Russa]] de [[1917]], a [[União Soviética]] retomou a maior parte da Ásia Central; [[Mongólia]] e [[Afeganistão]] só permaneceram nominalmente independentes, embora a Mongólia manteve-se independente, na prática, era um [[Estado satélite]] soviético e as [[invasão soviética do Afeganistão|tropas soviéticas invadiram o Afeganistão]] no final do [[século XX]]. As áreas soviéticas da Ásia Central se industrializaram e construirãoreceberam umagrandes grandeinvestimentos em infra-estrutura,promoveram educaçãocultura e diminuírameducação, além de diminuição ada desigualdade e ada miséria. Entretanto, algumas culturas locais foram retiradas e houveram tensões provocadas por programas de [[coletivização]] fracassados, além notórios problemas ambientais.
 
Após o [[colapso da União Soviética]], cinco países da Ásia Central, ganharam independência - [[Cazaquistão]], [[Uzbequistão]], [[Turcomenistão]], [[Quirguistão]] e [[Tajiquistão]]. Nestes novos Estados grande parte do poder é detido por oficiais do antigo regime soviético que, com a dissolução da URSS, conseguiram se perpetuar no poder até os dias atuais. As outras regiões da Ásia Central são parte da [[República Popular da China]].
Utilizador anónimo