Diferenças entre edições de "Larry Fine"

9 bytes adicionados ,  15h33min de 22 de fevereiro de 2017
Na "Era Curly", Larry teve destaque, inicialmente, no episódio [[Punch Drunks]] ([[1934]]), em que era um violinista que tocava a popular canção "Pop Goes the Weasel", que deixava o boxeador Curly totalmente louco por este não suportar a música e assim, ele nocauteava todos os lutadores, com Moe agindo como seu empresário.
 
Nos primeiros dois anos dosde curtas-metragens (e ocasionalmente, em alguns mais tarde) o personagem de Larry freqüentemente agia com um comportamento totalmente louco. Ele animaria os curtas com uma observação aleatória improvisada ou uma ação ridícula. Em [[Men in Black (1934)|Men in Black]] ([[1934]]), Larry, empunhando um bisturi, diria: "Vamos arrancá-lo... e ver se ele está maduro!" Em [[Disorder in the Court]] ([[1936]]), Larry volta a tocar seu violino e interrompe uma cena do tribunal com um grito de [[Tarzan]] selvagem. Claro, que depois de cada um de seus ataques, Moe o repreendia com um de seus golpes.
 
Posteriormente, em muitos dos curtas em que atuou, Larry mais reagia do que agia, ficando sempre no fundo e servindo como a voz da razão, em contraste às travessuras loucas de Moe e Curly. Ele era facilmente reconhecido por seu penteado calvo e bagunçado, com cabelos encaracolados vermelhos em torno dos lados e para trás. Moe costumava chamá-lo de "porco-espinho". Larry era nos filmes o meio termo entre o líder "mandão" Moe contra o infantil Curly (mais tarde substituído pelo atrapalhado Shemp, o "sensível" Joe e o "não tão original" Curly Joe). Porém, assim como os outros Patetas, Larry freqüentemente apanhava do Moe. A participação involuntária de Larry conseguia equilibrar perfeitamente a balança entre a grosseria de Moe e a ingenuidade de Curly ou Shemp. Embora Larry, muitas vezes, também propunha coisas impossíveis ou ilógicas. Com isso, ele rapidamente era repreendido por Moe, seja verbalmente ou fisicamente, resultando em um puxão que arrancava de forma cômica, os cabelos de Larry para fora da cabeça. De acordo com seu irmão, Larry desenvolveu um calo em um lado de sua cara, após ser batido inúmeras vezes por Moe, ao longo dos anos.<ref>Maurer, Joan Howard; Jeff Lenburg; Greg Lenburg (2012) [1982]. The Three Stooges Scrapbook (revised ed.). Citadel Press. ISBN 978-1-61374-074-3.</ref>
5 539

edições