Diferenças entre edições de "Georgetown (Guiana)"

367 bytes removidos ,  20h28min de 13 de março de 2017
sem resumo de edição
{{Sem-fontes|data=junho de 2013}}
{| class="toccolours" style="float:right; width:300px; margin-left: 1em; font-size:85%;"
|+<font size="+1">Georgetown
'''Georgetown''' ({{IPA-tudo|ˈdʒɔː(ɹ)dʒˌtaʊn|pronunciado em [[Língua inglesa|inglês]]:}}), com uma população estimada em {{fmtn|300360|habitantes}} (2010), é a [[capital]] e maior [[cidade]] da [[Guiana]]. Localizada na costa do [[Oceano Atlântico]], na foz do [[Rio Demerara]], o centro cultural e político-econômico do país está nas coordenadas 6°47' N e 58°10' O.
 
== História ==
A cidade foi fundada em 1781 por britânicos, com o nome de Georgetown, porém tomada pelos [[França|Franceses]] em 1784, chegando a controle [[Países Baixos|neerlandês]] em 1784, quando foi chamada de ''Stabroek''. No entanto, foi rebatizada Georgetown em 1812, depois que os [[Inglaterra|britânicos]] ocuparam a [[Colônia (história)|colônia]] durante as [[Guerras Napoleônicas]]. Georgetown permaneceu como capital da Guiana Britânica até sua [[independência]], em 1966, quantoquando tornou-se a atual capital do novo [[país]].
 
==Infraestrutura==
[[Açúcar]], [[madeira (material)|madeiras]], [[cana-de-açúcar]], [[bauxita]], [[ouro]] e [[diamante]]s são exportados através de seu [[porto]]. Na cidade fica a Universidade da Guiana, construída em 1963, bem como a Catedral de São Jorge (''St. George's Cathedral''), bom exemplo da [[arquitectura|arquitetura]] vitoriana em madeira. Apesar disso, grande parte da cidade foi destruída nos [[incêndio]]s de 1945 e 1951, já que muitas das casas e dos [[edifício]]s públicos haviam sido construídos em madeira. Atualmente, é repleta de [[rua]]s e avenidas arborizadas e apresenta vários canais que providenciam drenagem, já que está assentada abaixo do nível do [[mar]].
 
== História ==
Georgetown foi fundada em [[1781]] por um grupo de britânicos. Posteriormente passou ao controle francês([[1784]]) e depois dos holandeses, que chamaram-na de Stabroek. Foi recuperada pelos britânicos em [[1812]], voltando a se chamar Georgetown e tornando-se capital da [[Guiana Britânica]] até a [[independência da Guiana]] em [[1966]], quando virou capital do novo estado. Grande parte da cidade foi destruída pelos incêndios de [[1945]] e [[1951]], já que numerosos edifícios públicos e comerciais foram construídos com madeira.
 
== Demografia ==
 
Dos {{fmtn|235017}} habitantes de Georgetown, cerca de 53% possuem ascendência [[Índia|indiana]]; 24% são [[mestiço]]s; 20% são [[negro]]s ou afrodescendentes; 1,1% são indígenas; 0,4% possuem ascendência [[Portugueses|portuguesa]]; 0,35% possuem ascendência [[Chineses|chinesa]] e 0,15% são brancos, mas não de ascendência portuguesa. Além destes, 1,7% não declararam sua composição étnica.<ref name="Demografia de Georgetown">{{citar web|url= http://www.statisticsguyana.gov.gy/ |titulo= Bureau of Statistics - Guyana |publicado= Statisticsguyana.gov.gy |data= |acessodata= 21 de fevereiro de 2015 }}</ref>
 
 
=== Turismo ===
 
Há muitas atrações turísticas em Georgetown, incluindo a [[Catedral de St. George de Georgetown]], [[Mercado Stabroek]], Demerara Harbour Bridge, o museu Guiana e o Pegasus Hotel. Georgetown recebe mais de 450 mil turistas por ano, que é quase 86% do turismo total da Guiana.
 
== Transportes ==
Georgetown é servida pelo [[Aeroporto Internacional Cheddi Jagan]], localizado a 41 km ao sul da cidade. Há voos internacionais, via conexões, para [[Nova Iorque]], [[Miami]], [[Toronto]], [[Bridgetown]], [[Port of Spain]], [[Paramaribo]] e, mais recentemente, Boa Vista<ref>[http://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2016/07/boa-vista-tem-voo-semanal-para-guiana-e-para-ilha-de-curacao.html Boa Vista tem voo semanal para a Guiana] G1. Pesquisa em 13/03/17</ref>. Há também um serviço regular de ônibus entre Georgetown e [[Boa Vista (Roraima)|Boa Vista]], no [[Brasil]], e as conexões para Paramaribo, no Suriname, dão-se através de uma travessia de balsa no rio Corentyne.
 
Georgetown é servida pelo [[Aeroporto Internacional Cheddi Jagan]], localizado a 41 km ao sul da cidade. Os vôos internacionais, principalmente conexões de [[Nova Iorque]], [[Miami]], [[Toronto]], [[Bridgetown]], [[Port of Spain]] e [[Paramaribo]] são rotineiras. Há também um serviço regular de ônibus entre Georgetown e [[Boa Vista (Roraima)|Boa Vista]], no [[Brasil]], e as conexões para Paramaribo, no Suriname, dão-se através de uma travessia de balsa no rio Corentyne. O transporte na cidade é predominantemente de carro, ônibus ou barco. A ponte do rio Berbice também faz ligação de Georgetown a outras cidades próximas.
 
== {{Ligações externas}} ==
* {{Link|en|2=http://www.stgeorges.org.gy |3=Catedral de St. George}}
 
{{referências}}
 
{{Capitais da América}}