Diferenças entre edições de "Jorge Viana"

35 bytes adicionados ,  16h58min de 23 de maio de 2017
→‎Início: Correção de fluxo de leitura para dar ainda mais força a um texto coeso e elucidativo.
(Jorge Viana, segundo lista utilizada no link do trecho editado, foi o décimo prefeito de Rio Branco e não o quarto.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(→‎Início: Correção de fluxo de leitura para dar ainda mais força a um texto coeso e elucidativo.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Possível conteúdo ofensivo
 
== Início ==
Jorge Viana é [[engenheiro florestal]] formado na [[Universidade de Brasília]]. Prestou assessoria ao movimento dos trabalhadores rurais e seringueiros e contribuiu com a criação e depois se tornou dirigente da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), instituição de pesquisa para manejo e uso sustentável dos recursos florestais, criadada naqual se tornou dirigente durante a gestão do ex-governador Flaviano Melo (PMDB). Sua preocupação com a utilização de forma sábia e inteligente do potencial [[madeira|madeireiro]] do Acre o aproximou do ambientalista [[Chico Mendes]], então presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de [[Xapuri]].
 
Em 1990, sem nenhuma experiência anterior de disputa eleitoral, Viana aceitou o convite do Partido dos Trabalhadores para ser candidato a governador do Acre e tornou-se o primeiro candidato do PT a disputar o segundo turno de uma eleição estadual no Brasil. Apesar da derrota eleitoral por treze mil votos de diferença, Jorge Viana contribuiu para a formação da Frente Popular do Acre, que menos de dez anos depois se tornaria a maior força política do estado.
 
Apesar da derrota eleitoral por treze mil votos de diferença em relação ao seu adversário, Edmundo Pinto, Viana contribuiu para a consolidação da Frente Popular do Acre, que menos de dez anos depois se tornaria a maior força política do estado.
 
== Prefeito de Rio Branco ==
Utilizador anónimo