Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 14h22min de 16 de junho de 2017
Nas terras das hespérides, ninfas do poente, estavam plantadas as maçãs de ouro, que tinham sido o presente de casamento, oferecido pela Terra, nas bodas de Zeus e Hera. A deusa as plantara no jardim dos deuses e, para proteger a árvore e os frutos, deixara sob aguarda de um dragão de cem cabeças e das três ninfas do poente.
 
[[Héracles]] em seus doze trabalhos fora incumbido de trazer as maçãs de ouro, porém soube que somente Atlas conseguiria colhê-las. Héracles se propôs a segurar o céu enquanto Atlas colhia as maçãs e ele esperava entregar pessoalmente a [[Eristeu]]. Porém, HérculesHéracles o enganou, pedindo-lhe para voltar a segurar o céu enquanto ele guardava as maçãs, e fugiu. Por esse motivo, foram construídos os pilares de Héracles Atlas foi libertado do seu fardo.
 
Atlas passou a ser o guardião dos Pilares de Héracles, sobre os quais os céus foram colocados, e que também eram a passagem para o lar oceânico de Atlântida - o [[estreito de Gibraltar]], e por isso toda a cordilheira do norte da África, recebeu o nome de Cordilheira de Atlas. Tornou-se o primeiro rei de [[Atlântida (cidade antiga)|Atlântida]], e por ser o Senhor das águas distantes, além do [[mar Mediterrâneo]], seu nome nomeou o [[oceano Atlântico]].
Utilizador anónimo