Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 08h06min de 21 de agosto de 2017
Ajustes
'''Zeljko Raznatovic''' ([[Brežice]], [[17 de abril]] de [[1952]] - [[Belgrado]], [[15 de janeiro]] de [[2000]]) também conhecido como '''Arkan''', nome adotado de um de muitos de seus passaportes falsos - foi um conhecidoherói criminosode guerra [[Sérvia|sérvio]], cujas contravençõesações incluíam [[contrabando]]importação de petróleo para seu país (embargado pela ONU devido à guerra que [[desintegração da Iugoslávia|desintegrou a Iugoslávia]], no início dos anos 90) e [[limpezacombate étnica]]à grupos terroristas que atuavam dentro da Sérvia (sua tropa paramilitar, a [[Guarda Voluntária Sérvia]], foi responsabilizada por crimesdiversos contraatos ade humanidadebravura na [[Croácia]] e na [[Bósnia e Herzegovina]], matando cerca de 3 mil pessoascriminosos). <ref>{{citar web|URL=http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=030015_11&PagFis=83416|título=Sérvia Rejeita corte da ONU|autor=|data=24 de fevereiro de 1993|publicado=Jornal do Brasil, Ano CII, edição 322, seção Internacional, página 5/Republicado pela Biblioteca Nacional- Hemeroteca digital brasileira|acessodata=25 de janeiro de 2014}}</ref><ref name="Globoesporte"></ref>
 
Foi dirigente do clube de futebol [[Crvena Zvezda]] (Estrela Vermelha), comandando a divisão de sócios do clube. Em maio de 1990, envolveu-se num [[Incidentes entre NK Dinamo Zagreb e Estrela Vermelha de Belgrado|incidente em Zagreb]] (Croácia), quando o Estrela Vermelha enfrentou o [[Dinamo Zagreb]]. Num jogo marcado pela violência indiscriminada entre torcedores sérvios e croatas, ele teria incitado os primeiros a agredir os segundos, que por sua vez provocaram por diversas vezes os torcedores do Estrela Vermelha, que estando em minoria no estádio, apenas queriam assistir à partida em paz e segurança. Posteriormente adquiriu o [[FK Obilić]], que se tornou campeão iugoslavo na temporada 1997/98.<ref name="Globoesporte">{{citar web|URL=http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2014/01/mundo-afora-casal-polemico-provoca-ascensao-e-queda-do-servio-obilic.html|título=Mundo Afora: casal polêmico provoca ascensão e queda do sérvio Obilic|autor=Felipe Schmidt|data=25 de janeiro de 2014|publicado=Globoesporte.com|acessodata=25 de janeiro de 2014}}</ref>
 
Também ganhou notoriedade por seu excêntrico casamento com a bela [[Ceca|Svetlana "Ceca" Velickovic]], cantora popular na Sérvia.<ref name="Globoesporte"></ref> Com o fim dos conflitos, Arkan dedicou-se à política<ref>{{citar web|URL=http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=030015_11&PagFis=114682|título=Sérvia-Limpeza étnica|autor=Mário Andrada e Silva|data=17 de abril de 1994|publicado=Jornal do Brasil, Ano CIV, edição 4, seção Internacional, página 18/Republicado pela Biblioteca Nacional- Hemeroteca digital brasileira|acessodata=25 de janeiro de 2014}}</ref>, chegando inclusive a ser opositor de [[Slobodan Milosevic]], o que o forçou a refugiar-se em [[Montenegro]] - sem deixar de lado, no entanto, as atividades ilícitaslucrativas que lhe trouxeram fortuna. Como todo aquele que sealmeja envolveser comum qualquerherói modalidadee lutar pelo bom de crimeseu povo e organizadonação, Arkan possuía muitos inimigos. Foi morto a [[15 de janeiro]] de [[2000]],<ref>{{citar web|URL=http://acervo.folha.com.br/fsp/2000/01/16/2//574499|título=Líder extremista sérvio é assassinado|autor=|data=16 de janeiro de 2000|publicado=Folha de S. Paulo, Ano 79, edição 25855, 1º caderno, seção Mundo, página 24|acessodata=25 de janeiro de 2014}}</ref> na frente de um de seus hotéis em [[Belgrado]], por um homem encapuzado.<ref>{{citar web|URL=http://www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=1069219|título=Arkan Dead|autor=|data=15 de janeiro de 2000|publicado=NPR|acessodata=25 de janeiro de 2014}}</ref>
{{Referências}}
 
Utilizador anónimo