Diferenças entre edições de "Rosa Rebelde"

16 bytes removidos ,  20h16min de 26 de setembro de 2017
m
ajustes usando script
m (ajustes usando script)
'''''Rosa Rebelde''''' é uma [[telenovela brasileira]] que foi produzida pela [[Rede Globo]] e exibida entre [[15 de janeiro]] e [[13 de outubro]] de [[1969]], com um total de 236 capítulos. Foi a [[Lista de telenovelas das oito da Rede Globo|7ª]] "[[novela das oito]]" exibida pela emissora e a terceira integralmente escrita por [[Janete Clair]], sucedendo a ''[[Passo dos Ventos]]'' e antecedendo a ''[[Véu de Noiva (telenovela)|Véu de Noiva]]'' - ambas também escritas por Clair.
 
Dirigida por [[Daniel Filho]] e [[Régis Cardoso]], ''Rosa Rebelde'' foi inicialmente inspirada numa [[radionovela]] produzida anteriormente por Janete Clair para a [[Rádio Nacional]], ''Rosa Malena'', mas teve seu [[cenário]] alterado por ordem de [[Glória Magadan]], então diretora de [[teledramaturgia]] da emissora. Durante sua exibição, enfrentou [[problema]]s com [[audiência]], tendo seu desempenho prejudicado pelo [[sucesso]] da [[telenovela]] ''[[Beto Rockfeller]]'', exibida pela [[TV Tupi]], e com um [[incêndio]] na [[sucursal]] [[São Paulo (cidade)|paulistana]] da Rede Globo, que fez com que a produção tivesse que ser estendida por [[cem]] capítulos adicionais.<ref name="memoriaglobo">http://memoriaglobo.globo.com/Memoriaglobo/0,27723,GYN0-5273-223579,00.html</ref><ref name="xexeo1">XEXEO, pp.71</ref>.
 
== [[Enredo]] ==
A telenovela possuiu duas fases distintas. A primeira teve como [[premissa]] o seguinte:
{{Quote2|No [[século XIX]], Rosa Malena ([[Glória Menezes]]) liderava um grupo de [[Espanha|espanhóis]] que lutavam contra a ocupação [[França|francesa]]. A rebelde conseguiu se infiltrar na corte e acabou se apaixonando pelo [[capitão]] do [[exército]] de [[Napoleão Bonaparte]], Sandro de Aragão ([[Tarcísio Meira]]), encarregado de conquistar a Espanha.|[[Memória Globo]].<ref name="memoriaglobo"/>.}}
 
A segunda, situada [[vinte]] anos após a conclusão da primeira, dava continuidade à história do casal, além de mostrar a [[juventude]] de seus [[filho]]s, que também formavam um par romântico.<ref name="memoriaglobo" /><ref name="ferreira2">FERREIRA, pp.42-43.</ref><ref name="xexeo1" /><ref name="pernambuco">http://www.pernambuco.com/diario/2003/02/17/revistatv5_0.html</ref>.
 
== Elenco ==
{|class="wikitable soratble"
|- bgcolor="#CCCCCC"
! Ator !! Personagem
|-
| [[Djenane Machado]] || Conchita
|-
| [[Ênio Santos]] || José de Aragón
| [[Gracinda Freire]] || Rafaela
|-
| [[José Augusto Branco]] || Pierre Duprat
|-
| [[Maria Pompeu]] || Soledad Navarro
| [[Myriam Pérsia]] || Maria Consuelo
|-
| [[Paulo Araújo]] || Felipe Grandet
|-
| Ribeiro Fortes || El Sordoa
== [[Bibliografia]] ==
* FERREIRA, Mauro. ''Nossa Senhora das Oito - Janete Clair e a evolução da telenovela no Brasil''. Mauad Editora. 1ª edição, 2003. ISSN: 8574781126.
* XEXEO, Arthur. ''Janete Clair - A Usineira De Sonhos''. Editora Relume-Dumara. 1ª edição, 2005. ISBN: 8573164077
 
== Ligações externas ==
{{Telenovelas das oito da Rede Globo}}
{{esboço-novela}}
 
{{semiw}}
 
[[Categoria:Telenovelas de Janete Clair]]
210 105

edições