Kumis: diferenças entre revisões

9 bytes removidos ,  25 de outubro de 2017
m
ajustes gerais nas citações, rm link para a própria página, outros ajustes usando script
m (A migrar 36 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:q61081)
m (ajustes gerais nas citações, rm link para a própria página, outros ajustes usando script)
[[FileImagem:Kumis.jpg|thumb|Kumis]]
O [['''kumis]]''' (em [[língua cazaque|cazaque]]), '''kymys''' (em [[língua quirguiz|quirguiz]]) ou '''airag''' (em [[língua mongol|mongol]]) é um [[leite]] de [[égua]] acidificado e fermentado, muito apreciado em toda a região da [[Ásia Central]].<ref>{{citar livro|título=Documenting domestication|subtítulo=new genetic and archaeological paradigms|autor=Melinda A. Zeder|editora=University of California Press|ano=2006|idisbn=ISBN 9780520246386}}</ref> Também é assim chamada quando preparada a partir do leite de [[camelo]] ou de [[mula]].<ref name="micro">{{citar livro|título=Microbiology and biochemistry of cheese and fermented milk|autor=Barry A. Law|editora=Springer|ano=1997|idisbn=ISBN 9780751403466}}</ref>
 
Há registros da existência da bebida desde o [[século V a.C.]], tendo sido mencionada pelo historiador [[Heródoto]].<ref name="agritourism">{{citar livro|título=Agritourism|autor=M. Sznajder, L. Przezborska, F. Scrimgeour|editora=CABI|ano=2009|idisbn=ISBN 9781845934828}}</ref> O nome é derivado de uma tribo que habitava a região do [[rio Kuma]], no sudoeste da atual [[Rússia]], próximo ao [[Mar Cáspio]].<ref name="micro" />
 
É uma bebida refrescante, que contém de 0,6 a 2,5% de [[álcool etílico]] e 0,7 a 1,8% de [[ácido lático]].<ref name="micro" /> O preparo pode durar entre 3 e 21 dias. Por possuir uma [[efervescência|propriedade efervescente]], pode provocar a quebra do recipiente, tornando o kumis pouco adequado ao transporte entre longas distâncias.<ref name="agritourism" />
==Terminologia e etimologia==
[[Ficheiro:Bowl of Kumis.JPG|thumb|''Airag'' mongol.]]
O nome do ''kumis'' também é [[transliteração|transliterado]] como ''kumiss'', ''koumiss'', ''kymys'', ''kymyz'', ''kumisz'', ''kymyz'', ou ''qymyz'' ({{lang-tr|kımız}}; em [[Língua tártara|tártaro]]: кымыз; em [[Língua cazaque|cazaque]]: қымыз, {{IPA2|qəmə́z}}; em [[Língua quirguiz|quirguiz]]: кымыз, {{IPA2|qɯmɯ́z}}; em [[Língua bashkir|bashkir]]: ҡымыҙ, ''qımıź'', {{IPA2|qɯmɯð}}; em [[Língua iacuta|iacuta]]: кымыс, ''kymys''; em [[Língua tuvana|tuvano]]: ''хымыс'', {{lang-uz|qimiz}}, {{IPA2|qɨmɨz}}). A palavra [[Língua russa|russa]] кумыс vem do [[línguas turcomanas|termo turcomano]] ''qımız'',<ref>[http://dictionary.reference.com/browse/kumiss Dictionary.com Unabridged - verbete "Kumiss"]</ref> que por sua vez, seria derivada do nome dos [[cumucos]] (''kumyks''), um dos muitos [[povos turcomanos]].<ref name="Kurmann">{{citar livro |autor=Kurmann, Joseph A. et al. | título =Encyclopedia of Fermented Fresh Milk Products | ano =1992 | publicado =Springer | id isbn= ISBN 0-442-00869-4 | páginas =174}}</ref>
 
No [[Língua mongol|mongol]] a bebida é chamada de ''airag'' ({{lang-mn|айраг}}, {{IPA2|ˈai̯rək}}) ou, em alguams regiões, ''chigee''.<ref>[http://www.mongolfood.info/en/recipes/ayrag.html Ayrag - Fermented Mare's Milk - Mongolian Beverage] - MongolFood.info</ref>. [[Guilherme de Rubruck]], em suas viagens, chamou-a de ''cosmos'', e descreveu a maneira em que era preparado pelos [[tártaros]].
 
 
210 194

edições