Abrir menu principal

Alterações

254 bytes adicionados ,  22h40min de 7 de dezembro de 2017
Inclusão de referência
== Problemas causados pelos agrotóxicos conhecidos ==
{{Pesticida}}
A [[Organização Mundial da Saúde]] (OMS) classificou os efeitos tóxicos dessas substâncias em classe I (extremamente perigosos) até a classe IV (muito pouco perigosos). A maioria dos agrotóxicos de Classe I é proibida ou estritamente controlada não só no mundo industrializado mas também no Brasil<ref>{{Citar web|url=http://www.direitoambientalemquestao.com.br/2017/06/seis-tipos-de-agrotoxicos-proibdos-no-brasil.html|titulo=06 (seis) tipos de agrotóxicos proibidos no Brasil.|acessodata=2017-12-07|obra=www.direitoambientalemquestao.com.br}}</ref>, [[Argentina]] e outras potências agrícolas, embora possam não o ser em [[País em desenvolvimento|países emergentes]], onde os agrotóxicos de classe I estão, muitas vezes, livremente disponíveis.
 
Os agrotóxicos podem provocar três tipos de [[intoxicação]]: aguda, subaguda e crônica. Na aguda, os [[sintoma]]s surgem rapidamente. Na intoxicação subaguda, os sintomas aparecem aos poucos: [[dor de cabeça]], [[Dor abdominal|dor de estômago]] e [[sono]]lência. Já a intoxicação crônica pode surgir meses ou anos após a exposição e pode levar a [[paralisia]]s e [[doença]]s como o [[câncer]].
28

edições