Diferenças entre edições de "Eyn geystlich Gesangk Buchleyn"

11 bytes removidos ,  01h41min de 19 de dezembro de 2017
m
ajustes usando script
m (adicionei interwiki)
m (ajustes usando script)
== História ==
[[Martinho Lutero]] usou hinos em alemão para afirmar suas idéias de [[reforma]] e fazer participar ativamente a congregação nos cultos da igreja. ''{{Lang|de|Eyn geystlich Gesangk Buchleyn}}'' foi o terceiro hinário alemão, depois de "{{Lang|de|[[Primeiro Hinário Luterano
|Achtliederbuch]]}}", publicado em Nuremberga por Jobst Gutnecht, e o "[[Erfurt Enchiridion]]", publicado em Erfurt, ambos datados de 1524. ''{{Lang|de|Eyn geystlich Gesangk Buchleyn}}'' foi publicado em [[Wittenberg|Wittenberg,]], e é muitas vezes referido como o primeiro hinário de Wittenberg. Ele veio com um prefácio escrito por [[Martinho Lutero]]: {{Quote|texto=Que é bom e agradável a Deus, para nós cantar músicas espirituais é, penso eu, uma verdade de que nenhum cristão pode ignorar. Consequentemente, para fazer um bom começo e para encorajar os outros que melhor podem fazê-lo, eu próprio, com alguns outros, juntei alguns hinos, para levar a pleno juízo o evangelho abençoado, que pela graça de Deus ressuscitou novamente. Essas músicas foram definidas em quatro partes, por nenhuma outra razão que porque eu desejava oferecer aos nossos jovens (quem quer e devem ser instruídos na música e outras ciências) com algo pelo qual eles podem se livrar de canções amorosas e carnais, e então se aplicam ao que é bom com prazer, como é cabível ao jovem.<ref>Kohlschmidt, Werner Kohlschmidt, Wolfgang Mohr; Mohr, Wolfgang, eds. (2001). ''Reallexikon der deutschen Literaturgeschichte'' (em alemão). Walter de Gruyter. p.397</ref>}}
 
== Veja também ==
210 189

edições