Diferenças entre edições de "Anarquistas, Graças a Deus (minissérie)"

1 446 bytes removidos ,  18h22min de 21 de dezembro de 2017
sem resumo de edição
|[[Carlos Capelleti]] || Miguel
|}
 
==Reprise==
* '''''Reapresentada em cinco capítulos, às 16h50, na semana de [[30 de dezembro]] de [[1985]] a [[3 de janeiro]] de [[1986]].'''''
 
==DVD==
 
13. E Lucevan La Stelle - Placido Domingo
 
14. Nabucco: Va Pensiero... - Robert Shaw Choracle & Orchestra
 
== Curiosidades ==
{{Curiosidades|arte=sim|data=dezembro de 2009}}
* '''''Reapresentada em cinco capítulos, às 16h50, na semana de [[30 de dezembro]] de [[1985]] a [[3 de janeiro]] de [[1986]].'''''
* A trilha sonora produzida pelo maestro [[Júlio Medaglia]] reunia canções italianas tradicionais, na voz de intérpretes como [[Mario Lanza]] e [[Plácido Domingo]].
* A [[minissérie]] foi tema de inúmeras reportagens na imprensa italiana.
* Em função da [[minissérie]], o livro de [[Zélia Gattai]] teve as vendas aumentadas em 15 vezes.
* [[Zélia Gattai]] elogiou o desempenho do ator [[Ney Latorraca]], que deu vida a seu pai, Ernesto Gattai. Zélia enviou um telegrama ao ator parabenizando-o pela interpretação e dizendo que o pai certamente ficaria orgulhoso em se ver na televisão.
* Ao contrário de seu marido, [[Jorge Amado]], que declarava não gostar de assistir a suas histórias na tevê, [[Zélia Gattai]] acompanhou toda a série e gostou do resultado.
* Pela minissérie, o diretor [[Walter Avancini]] recebeu o prêmio Presença da Itália no Brasil, em [[1985]], entregue durante as comemorações da Festa Nacional Italiana, em [[São Paulo]], no Círculo Italiano. Os atores [[Ney Latorraca]], [[Débora Duarte]] e [[Daniele Rodrigues]] também foram homenageados na cerimônia.
* A [[telenovela]] foi vendida para vários países, como [[Angola]], [[Argentina]], [[Bolívia]], [[Estados Unidos]], [[Itália]], [[Honduras]], [[Portugal]], [[Suíça]] e [[Venezuela]].
* Anarquistas, Graças a Deus foi lançada em [[DVD]] em julho de [[2008]].
 
{{Referências}}
20 191

edições