Diferenças entre edições de "Ciclo do glioxilato"

1 946 bytes adicionados ,  00h35min de 19 de março de 2018
sem resumo de edição
(apenas um intermediário do ciclo do ácido cítrico que não estava correto)
 
[[Imagem:Glyoxylatepath.svg|thumb|center|570px|Ciclo do glioxilato.]]
 
Os intermediários do ciclo do glioxilato mostrados em projeções de Fischer mostram as mudanças químicas passo a passo. Tal imagem pode ser comparada com a representação como [[modelo poligonal]]. <ref name=" polyg ">{{cite |last= Bonafe |first=CFS|author2= de Jesus MB |author3=Bispo JAC |title = The Polygonal Model: A Simple Representation of Biomolecules as a Tool for Teaching Metabolism | journal = Biochemistry and Molecular Biology Education | volume = 46 | issue = 1 | pages = 66-75 | date = January-February 2018 | pmid = | doi = 10.1002/bmb.21093| url = }}</ref>
 
{{wide image|Glyoxylate Cicle Fischer Polygonal.png|1430px|Estrutura dos intermediários do ciclo do glioxilato mostrados utilizando projeções de Fischer, esquerda, e [[modelo poligonal]], direita. A molécula de dois carbonos acetil na forma ativada acetil CoA (AcoA), parte superior, sofre condensação com a molécula de oxalacetato (OxA), quatro carbonos, para formar citrato (Cit). Os próximos intermediários são, respectivamente, cis-aconitato (CisA) e isocitrato (IsoC), que produz succinato (Suc) e glioxilato (Glx). Esse último sofre condensação com molécula de dois carbonos de outro acetil CoA, produzindo malato (Mal), com regeneração do oxaloacetato. As enzimas envolvidas nessa via metabólica correspondem a citrato sintase (<u>1</u>), aconitase (<u>2</u>), isocitrato liase (<u>3</u>), malato sintase (<u>4</u>) e malato desidrogenase (<u>5</u>). Notavelmente duas moléculas de acetil CoA produzem uma molécula de succinato, que pode ser utilizado para síntese de carboidratos. Succinato pode originar oxalacetato pelas reações do ciclo do ácido cítrico (succinato-fumarato-malato-oxalacetato), não representadas aqui. Coenzimas (CoA-SH, NAD<sup>+</sup>, NADH + H<sup>+</sup>) foram omitidas nessas representações. As produções de NADH da forma oxidada da coenzima é representada como liberação de “2H" no ciclo.}}
 
 
{{esboço-bioquímica}}
128

edições