Medalha de Fidelidade ao Rei e à Pátria: diferenças entre revisões

m
+correções semiautomáticas (v0.57/3.1.41/1.107)
m (ajustes usando script)
m (+correções semiautomáticas (v0.57/3.1.41/1.107))
[[FicheiroImagem:Retrato de militar Miguelista.png|thumb|rightdireita|250px|Retrato de oficial miguelista da Guerra Civil Portuguesa; enverga a Medalha de Fidelidade ao Rei e à Pátria do lado direito do peito]]
A '''Medalha de Fidelidade ao Rei e à Pátria''', por vezes conhecida jocosamente pelos [[Liberalismo|liberais]] pela '''Medalha da Poeira''' ou '''Medalha da Guerra da Poeira''', é uma medalha comemorativa, em prata dourada, com a efígie de D. [[João VI de Portugal]], e contendo, do outro lado a frase " Fidelidade ao Rei e à Pátria - [[1823]]". Foi concedida aos oficiais [[militar]]es que participaram na [[Vilafrancada]] como partidários de D. João VI, ou a Santarém como seguidores do Infante D. Miguel, e aos que se integraram nas tropas de [[Manuel da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira]], então [[conde de Amarante]], depois elevado a [[marquês de Chaves]]. A medalha apresentava no reverso a legenda à "heróicaheroica fidelidade transmontana".<ref>COSTA, Marcus de Noronha da. ''Para a História do Miguelismo: A Ordem de São Miguel da Ala''. Lisboa, 1978. p. 14.</ref>
 
{{Referências}}
 
{{mínimoEsboço}}
 
{{DEFAULTSORT:Medalha Fidelidade Rei Pátria}}