Abrir menu principal

Alterações

m
Segundo O Estado de S. Paulo de 11 de julho de 1987 (página 14), Márcio Braga (então presidente do Flamengo) aceitou a proposta da CBF de 28 clubes na 1ª Divisão, contanto que este número não fosse aumentado. E Braga admitiu a ideia de os clubes assumirem suas despesas.<ref>[http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19870711-34468-nac-0014-999-14-not/busca/CBF+clubes O Estado de S. Paulo de 11/07/1987 (página 14)]</ref>
 
Na manhã de sábado, dia 11 de julho de 1987, no Morumbi, foi fundada a [[Clube dos 13|União dos Grandes Clubes do Futebol Brasileiro – Clube dos Treze]], que reunia os representantes dos 13 clubes então melhor colocados no Ranking da CBF:<ref name="acervo.folha.com.br">[http://acervo.folha.com.br/fsp/1987/07/15/2 Folha de S.Paulo de 15 de julho de 1987.]</ref> os quatro grandes de [[São Paulo (estado)|São Paulo]] ({{Futebol Corinthians}}, {{Futebol Palmeiras}}, {{Futebol São Paulo}} e {{Futebol Santos}}), os quatro grandes do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] ({{Futebol Flamengo}}, {{Futebol Vasco}}, {{Futebol Fluminense}} e {{Futebol Botafogo}}), os dois grandes de [[Minas Gerais]] ({{Futebol Atlético-MG}} e {{Futebol Cruzeiro}}), os dois maiores do [[Rio Grande do Sul]] ({{Futebol Internacional-RS}} e {{Futebol Grêmio}}) e o {{Futebol Bahia}}.
 
O objetivo do Clube dos 13, no tocante ao Campeonato Brasileiro de 1987, era que o campeonato fosse disputado apenas pelos seus 13 membros (o Clube dos 13, na mesma ocasião, fez diversas outras propostas sobre o Campeonato Brasileiro de 1988). Sobre o "direito adquirido" que 28 clubes teriam de disputar a primeira divisão em 1987 (de acordo com os resultados do Campeonato Brasileiro de 1986), Miguel Aidar (então presidente do São Paulo e do Clube dos 13) afirmou na ocasião que o Botafogo era o único clube que havia obtido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva o direito garantido de disputar o Campeonato Brasileiro de 1987 – e que nem mesmo o São Paulo campeão brasileiro de 1986 teria esse direito garantido. Portanto, segundo ele, o regulamento do Campeonato Brasileiro de 1986 não servia para mais nada e não havia mais nenhum clube (exceto o Botafogo) com direito garantido.<ref name="JB_130787">[http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19870713&printsec=frontpage&hl=pt-BR Jornal do Brasil, 13/07/1987.]</ref><ref name="ESP_120787">[http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19870712-34469-nac-0033-999-33-not/busca/13 Jornal O Estado de S. Paulo, 12/07/1987, página 33.]</ref> A matéria do Jornal do Brasil de 13 de julho de 1987 afirma que, segundo Miguel Aidar, Guarani e Portuguesa-SP só não foram incluídos no Clube porque, consultados, não concordaram com as ideias. Aidar afirmou também que os 13 clubes organizariam a Copa União bancando suas despesas.<ref name="JB_130787" /><ref name="ESP_120787" />
884 162

edições