Diferenças entre edições de "The Terror"

1 byte removido ,  13h53min de 9 de agosto de 2018
(Introdução)
Em ''[[flashbacks]]'', o romance relaciona alguns dos antecedentes antes da situação atual da expedição. A [[Expedição de John Franklin|expedição de Franklin]] é a última de uma série de tentativas de forjar a [[Passagem do Noroeste]], todas as quais terminaram em fracasso. [[John Franklin|Sir John Franklin]], tendo sido lembrado em desgraça de uma publicação do governo na [[Terra de Van Diemen]], vê a expedição como sua última chance de glória e reconhecimento. O capitão Francis Crozier, amargurado pela rejeição romântica nas mãos da sobrinha de Franklin, procura distrair-se novamente se aventurando no Ártico. O resto da tripulação assinou para a aventura. Embora a expedição comece auspiciosamente, três homens morrem de doença durante o primeiro inverno no gelo, e logo depois, Franklin toma a decisão fatídica de viajar ao redor da costa nordeste da Ilha do Rei Guilherme, o que leva a que os navios ficarem presos.
 
No verão de 1847, Franklin envia grupos em várias direções do outro lado do gelo, na esperança de encontrar água aberta. Nenhum dos grupos consegue esse objetivo. No entanto, umaum dos grupos encontra um par de "[[Inuítes|Esquimaux]]" no gelo, uma jovem e um homem velho. Eles acidentalmente atiraram no homem, com o qual eles são atacados pelo monstro, que mata o tenente Graham Gore, o líder do grupo. Quando o grupo retorna aos navios, a menina segue-os. Crozier nomeia-a "Lady Silence", como a sua língua parece ter sido mordida no passado, tornando-a muda. Depois que o homem Esquimaux morre a bordo do Erebus, o monstro começa a perseguir as tripulações e a atacar. Embora o animal mostre sinais de inteligência, os homens acreditam que não é mais do que um urso invulgarmente agressivo. Essa suposição leva-os a subestimar a criatura. Franklin é morto em uma tentativa fracassada de encurralar a criatura ao ar livre, e vários outros oficiais e homens são mortos à medida que os meses progridem.
 
Após a morte de Franklin, Crozier se torna o comandante da expedição, com o capitão James Fitzjames assumindo o papel de oficial executivo. Apesar de alguma tensão inicial entre eles, os dois homens gradualmente se tornam amigos quando tentam lidar com as ameaças do monstro, da doença e da fome iminente. Em 1848, as equipes tornam-se mais debilitadas pelo frio extremo e pela falta de comida fresca, e o monstro continua a progredir neles. Um maldito "[[mascarada|carnaval de máscaras]] da [[Véspera de Ano Novo]]" acabou com um grande número da expedição, incluindo três dos quatro cirurgiões, sendo morto pelo monstro e o [[fogo amigo]] do destacamento [[Royal Marines]] da expedição. Crozier posteriormente castiga o Mate Cornelius Hickey de Caulker e outros dois homens com 50 cílios do gato das nove caudas. Hickey começa a tramar contra os oficiais, especialmente Crozier e o tenente John Irving, que antes descobriram Hickey está [[relação sexual|copulando]] com outro membro da tripulação na espera do ''Terror''.