Vetus Latina: diferenças entre revisões

951 bytes adicionados ,  17h57min de 13 de março de 2007
 
Do mesmo modo, os vários manuscritos da Vetus Latna refletem as várias recensões da [[Septuaginta]] que circulavam com os manuscritos africanos (tais como o [[Codex Bobiensis]]) que preservam leituras do texto típico ocidental, enquanto as leituras nos manuscritos europeus estavam mais próximos do texto típico Bizantino. Várias particularidades gramaticais são das formas gramaticas em uso no [[Latim vulgar]] que se encontram nos textos.
 
==Os Manuscritos==
 
Os textos da Vetus Latina chegou até nosso tempo através de vários [[códices]], os mais conhecidos são:
 
* [[Códice Bobienus]] (K) - séc. IV. É um manuscrito africano em [[Unçais]]. Contém fragmentos dos Evangelhos de Marcos e Mateus;
* [[Códice Vercellensis]] (a) - Séc. IV. Texto em [[Unçais]]. Contém todos os quatro Evangelhos;
* [[Códice Bezae]] (q) - Séc. V. É um manuscrito bilingüe, com o [[Grego]] no verso e o [[Latim]] na frente. Contém os quatro Evangelhos, Atos e 3 João;
* [[Códice Monacensis]] 13 (q) - Séc. VI-VII. Texto em [[Unçais]]. Contém os quatro Evangelhos;
* [[Palimpsest]] 53 (s) - Séc. VI. Conhecido também como [[Bobiensis]] ou [[Vindobonensis]]. Texto em [[meio unçal]]. Contém fragmentos dos Actos e as 14 [[Cartas Católicas]];
 
Uma lista completa dos manuscritos da Vetus Latina, bem como sua descrição podem ser encontradas na obra de Roger Gryson (ver Bibliografia).
 
==Substituição==
258

edições