Diferenças entre edições de "Butterfly (álbum de Mariah Carey)"

16 bytes adicionados ,  04h14min de 18 de setembro de 2018
sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
|lançado = {{Data de início|1997|9|16}}
|gravado = fevereiro - agosto de 1997
|gênero = [[R&B]], [[música pop|pop]], [[hip-hop]]
|duração = {{Duração|m=57|s=10}}
|gravadora = [[Columbia Records]]
'''''Butterfly''''' é o sexto [[álbum de estúdio]] da [[Vocal|cantora]] e [[compositora]] [[norte-americana]] [[Mariah Carey]], lançado em 16 de setembro de 1997 pela [[Columbia Records]]. O álbum apresenta sons como [[hip-hop]] e [[R&B]], assim como algumas melodias mais suaves e mais contemporâneas. Ao longo do projeto, Carey trabalhou com [[Walter Afanasieff]], com quem ela havia escrito e produzido a maioria do material de seus álbuns anteriores. Ela também trabalhou com muitos famosos produtores de hip-hop e [[rappers]], como [[Sean Combs|Sean "Puffy" Combs]], Fareed Kamaal, Missy Elliott, Jean Claude Oliver e Samuel Barnes de [[Trackmasters]]. Este último produziu a maior parte do álbum. ''Butterfly'' desviou o som contemporâneo da obra mais antiga de Carey, e foi saudado como um álbum que define a década de 1990 da música [[Música pop|pop]] e [[R&B]].
 
Com ''Butterfly'', Carey continuou a transição que começou com o álbum anterior, ''[[Daydream (álbum de Mariah Carey)|Daydream]]'' (1995), que a empurrou ainda mais para o mercado R&B e hip-hop. O álbum empurrou música em um som de R&B, levando-a longe do fundo contemporâneo pop de seu trabalho anterior. Durante seu casamento com [[Tommy Mottola]], Carey tinha pouco controle sobre os passos criativo e artístico que eram tomados em seus álbuns, no entanto, após o divórcio e em meio a concepção do álbum, Carey foi capaz de refletir sua maturidade criativa e evolução na escrita e gravação do álbum. De acordo com o livreto de seu Décimo segundo álbum de estúdio, ''[[Memoirs of an Imperfect Angel]]'', ela considerava ''Butterfly'' seu [[magnum opus]] e um ponto de virada sério, tanto na sua vida, quanto na sua carreira. Atualmente o álbum já vendeu mais de 2021 milhões ao redor do mundo e ainda carece de muitas certificações.
 
== Descrição ==
Utilizador anónimo