Diferenças entre edições de "Mosteiro de São Bento (São Paulo)"

25 bytes adicionados ,  12h28min de 16 de novembro de 2018
m
Também por iniciativa de D. Miguel Kruse foram demolidas a igreja e o mosteiro da época colonial para a construção de um edifício mais moderno e grandioso.<ref name="HISTORICO" /> A edificação atual, visando acompanhar o processo de [[urbanização]] da cidade, começou a ser erguida em [[1910]], seguindo o projeto do arquiteto Richard Berndl, ex-professor da [[Universidade de Munique]], e com decoração assinada pelo beneditino dom Adalbert Gressnigt.<ref>{{Citar periódico|ultimo=Tau|primeiro=Felipe|data=5 de julho de 2011|titulo=Mosteiro de São Bento restaura basílica centenária|jornal=Estadão|volume=|numero=|paginas=|issn=|doi=|url= http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,mosteiro-de-sao-bento-restaura-basilica-centenaria-imp-,740682}}</ref> O atual prédio é a quarta construção desde sua instalação na cidade de São Paulo.<ref name="arqui" />
 
== Arquitetura, pintura e decoração ==
[[Ficheiro:Mosteiro de São Bento (SP, 1860).jpg|200px|thumb|esquerda|O mosteiro por volta de 1860 (fotografia de [[Militão de Azevedo]])]]
O mosteiro tem sua arquitetura originada tipicamente do século XVII. As obras para a construção do atual Mosteiro de São Bento ocorreram entre 1910 e 1922, seguindo o projeto do arquiteto alemão [[Richard Berndl]], natural de [[Munique]].<ref name="SP" /> O estilo geral segue a tradição da [[arquitetura eclética]] germânica.<ref name="BEURON" /> A maior parte da decoração interna, como os murais, foi planejada e executada pelo monge D. [[Adelbert Gresnigt]] (1877-1956), holandês que chegou ao Brasil em 1913 especialmente para essa responsabilidade. Adelbert veio originalmente da [[Abadia de Maredsous]] na [[Bélgica]]. Gresnigt era seguidor da [[Escola de Arte de Beuron]], uma escola beneditina de arte<ref>{{Citar web|url=http://www.cidadedesaopaulo.com/sp/br/o-que-visitar/atrativos/pontos-turisticos/205-mosteiro-de-sao-bento|titulo=Mosteiro de São Bento|acessodata=2017-04-26|obra=www.cidadedesaopaulo.com|ultimo=Omuro|primeiro=Adriana|lingua=pt-br}}</ref> e realizou pinturas, [[Vitral|vitrais]], murais, [[Afresco|afrescos]] e decoração escultória.<ref name="BEURON" /> Alguns medalhões das paredes das naves laterais foram pintados por Thomaz Scheuchl, pintor alemão.
Destacam-se ainda as esculturas dos 12 apóstolos da [[Nave (arquitetura)|nave]] realizadas entre 1919 e 1922 pelo escultor e pintor belga [[Adrien Henri Vital van Emelen]] (1868-1943), do [[Liceu de Artes e Ofícios]]. De 1921 data o conjunto escultório localizado numa trave sobre a capela-mor, da autoria de [[Anton Lang]] (1875–1938).<ref name="BEURON" /> Por fim, o altar-mor em si é feito de [[mármore]] da região do [[Lago Maggiore]] na [[Itália]].<ref name="BEURON" />
 
<gallery mode="packed-hover" heights="200px">
SantaGertrudis.jpg|[[Santa Gertrudes]], de Adrien Henri Vital van Emelen
SantaAnna.jpg|[[Santa Ana]], de Van Emelen