Diferenças entre edições de "Quilombo dos Palmares"

23 bytes removidos ,  00h51min de 22 de novembro de 2018
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:7f3:8680:b441:5cb5:6e1b:67eb:d579, com Reversão e avisos
m (Foram revertidas as edições de 168.194.105.179 para a última revisão de 2804:7F3:8680:B441:5CB5:6E1B:67EB:D579, de 22h34min de 21 de novembro de 2018 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:7f3:8680:b441:5cb5:6e1b:67eb:d579, com Reversão e avisos)
{{geocoordenadas|09_10_14_S_036_05_02_W|09º 10' 14" 36º 05' 02" W}}
{{mais notas|data=janeiro de 2013}}
{{História do Brasil}}
O '''Quilombo dos Palmares''' foi um [[quilombo]] da era colonial brasileira. Localizava-se na [[Serra da Barriga]], na então [[Capitania de Pernambuco]], região hoje pertencente ao município de [[União dos Palmares]], no estado [[brasil]]eiro de [[Alagoas]].
 
"Ele foi um dos heróis"
Conheceu o seu auge na segunda metade do {{séc|XVII}}, constituindo-se no mais emblemático dos quilombos formados no [[Brasil Colônia|período colonial]]. Resistiu por mais de um século, o seu mito transformando-se em moderno símbolo da resistência do [[África|africano]] à [[escravatura]]. Os quilombos foram uma forma de rebelião contra a condição de escravo e chegaram a oferecer resistência contra o sistema escravista, que obrigava homens e mulheres trazidos da África a prestarem serviços forçados. Os escravos trabalhavam de maneira desumana e sem qualquer tipo de remuneração. Foi na região da Serra da Barriga, na então Capitania de Pernambuco, que [[Ganga Zumba]] e outros escravos fugidos formaram o Quilombo dos Palmares. Este foi atacado diversas vezes até ser derrotado, demonstrando assim sua grande organização política e militar.<ref>{{Citar periódico|ultimo=Nicolette|primeiro=Carlos Eduardo|titulo=Material Didático: O Quilombo dos Palmares|url=https://www.academia.edu/19892310/Material_Did%C3%A1tico_O_Quilombo_dos_Palmares|idioma=en}}</ref>