Abrir menu principal

Alterações

m
Foram revertidas as edições de 200.11.10.57 para a última revisão de Renato de carvalho ferreira, de 17h04min de 16 de julho de 2018 (UTC)
[[Imagem:Muratorian Fragment.jpg|thumb|400px|[[Fragmento Muratoriano]], um dos mais antigos exemplos de cânone bíblico conhecidos.]]
{{Bíblia}}
'''Cânone bíblico''' ou '''cânone das Escrituras'''<ref>{{citar livro|editor-last1=McDonald |editor-first1=L. M. |editor-last2=Sanders |editor-first2=J. A. |ano=2002 |último =Ulrich |primeiro =Eugene |título=The Canon Debate |capítulo=The Notion and Definition of Canon |publicado=Hendrickson Publishers |páginas=29, 34 |ref=harv|língua=inglês}}</ref>{{Efn|Ulrich (2002) define ''"cânone"'' como ''"a lista definitiva de livros [[inspiração (teologia)|inspirados]] autoritativos que constituem o [[Corpus linguístico|corpus]] de textos sagrados reconhecidos e aceitos por um grande grupo religioso; esta lista definitiva sendo o resultado de decisões inclusivas e exclusivas decorrentes de importantes deliberações"''.}} é a lista de textos (ou "livros") religiosos que uma determinada comunidade aceita como sendo [[inspiração (teologia)|inspirados por Deus]] e autoritativos. A palavra "cânone" vem do termo [[grego antigo|grego]] {{politônico|κανών}} ("régua" ou "vara de medir"). Os cristãos foram os primeiros a utilizar o termo para fazer referência às suas Escrituras, mas Eugene Ulrich considera que a ideia é derivada do [[judaísmo]].<ref>Ulrich (2002), p. 28</ref><ref>{{citar livro|author-last1=McDonald |author-first1=L. M. |author-last2=Sanders |author-first2=J. A. |ano=2002 |título=The Canon Debate |capítulo=Introduction |publicado=Hendrickson Publishers |página=13 |ref=harv|língua=inglês}}</ref>
 
A maioria dos cânones tratados neste artigo são considerados como "fechados" (ou seja, livros não podem mais ser acrescentados ou removidos),<ref>[[Atanásio de Alexandria]], [http://www.ccel.org/ccel/schaff/npnf204.xxv.iii.iii.xxv.html Epístola 39.6.3].</ref> o que reflete a crença de que a [[revelação divina]] está encerrada e, portanto, uma pessoa ou grupo de pessoas foi capaz de juntar os textos inspirados aprovados num cânone completo e autoritativo.<ref>Ulrich (2002), p. 30, 32–33.</ref> Por outro lado, um cânone "aberto" é aquele que permite a adição de novos livros através da [[revelação contínua]].