Diferenças entre edições de "Teatro Sá da Bandeira"

693 bytes adicionados ,  19h44min de 21 de março de 2019
Em Maio de 1899, quando ali se apresentou a Companhia de [[Teatro Nacional D. Maria II]] de [[Lisboa]], os cartazes anunciantes continham a indicação de que "Em todos os espectáculos desta companhia, a sala e o palco são iluminados por luz eléctrica, o que proporciona aos espectadores uma temperatura agradável".
 
Em 23 de junho de 2017, foi anunciado que a Câmara Municipal do Porto vai comprarcomprou o Teatro Sá da Bandeira pelo preço depor 2,1 milhões de euros.<ref>{{citar web|URL=http://www.jn.pt/local/noticias/porto/porto/interior/camara-do-porto-compra-teatro-sa-da-bandeira-por-dois-milhoes-de-euros-8586658.html|título=Câmara do Porto compra Teatro Sá da Bandeira por dois milhões de euros|autor=|data=|publicado=|acessodata=}}</ref>
 
A Câmara do Porto desencadeou junto da Direção-Geral do Património Cultural um processo de classificação, atribuindo-lhe também a distinção como Entidade de Interesse Histórico e Cultural ou Social Local.
 
Em Março de 2019, a Câmara do Porto quer vender em hasta pública o teatro pelo valor base de licitação de 2190 milhões de euros, por considerar "esgotada a utilidade de manter no património público o edifício em questão"<ref>{{citar web|URL=https://www.jn.pt/local/noticias/porto/porto/interior/camara-do-porto-quer-vender-em-hasta-publica-teatro-sa-da-bandeira-10710158.html|título=Câmara do Porto quer vender em hasta pública Teatro Sá da Bandeira|autor=|data=|publicado=|acessodata=}}</ref>.
 
==Características==