Diferenças entre edições de "Paládio"

2 bytes adicionados ,  22h35min de 24 de março de 2019
==História==
[[File:Wollaston William Hyde Jackson color.jpg|thumb|upright|left|[[William Hyde Wollaston]]]]
William Hyde Wollaston registrou a descoberta de um novo metal nobre em julho de 1802 em seu caderno de laboratório e o nomeou paládio em agosto do mesmo ano. Wollaston purificou o suficiente do material e o ofereceu, sem o ter nomeado, em uma pequena loja do Soho em abril de 1803. Após umuma criticismocrítica durodura de [[Richard Chenevix]] de que o paládio seria uma liga de platina e mercúrio, Wollaston ofereceu uma recompensa anônima de 20 libra esterlinas por 20 grão da "liga" de paládio sintético.<ref name="contr">{{citar periódico|doi = 10.1080/00033797800200431|título= The Wollaston/Chenevix controversy over the elemental nature of palladium: A curious episode in the history of chemistry|data= 1978|último1 = Usselman|primeiro1 = Melvyn|periódico= Annals of Science|volume = 35|número= 6|páginas= 551–579}}</ref> Chenevix recebeu a [[Medalha Copley]] em 1803 após publicar seus experimentos com o paládio. Wollaston publicou a descoberta do [[ródio]] em 1804 e menciona parte de seu trabalho com o paládio.<ref name="Disco">{{citar periódico|periódico= Platinum Metals Review|url=http://www.platinummetalsreview.com/dynamic/article/view/47-4-175-183 |título=Rhodium and Palladium – Events Surrounding Its Discovery|autor =Griffith, W. P. |volume=47|número=4 |data=2003|páginas=175–183}}</ref><ref>{{citar periódico|título= On a New Metal, Found in Crude Platina |primeiro =W. H. |último =Wollaston|autorlink =William Hyde Wollaston |periódico=[[Philosophical Transactions of the Royal Society of London]] |volume=94 |data=1804 |páginas=419–430 |doi=10.1098/rstl.1804.0019| url = http://books.google.com/books?id=7AZGAAAAMAAJ&pg=PA419}}</ref> Ele revelou que era o descobridor do paládio em uma publicação de 1805.<ref name="contr"/><ref>{{citar periódico|título= On the Discovery of Palladium; With Observations on Other Substances Found with Platina|primeiro = W. H.|último = Wollaston|autorlink = William Hyde Wollaston|periódico= [[Philosophical Transactions of the Royal Society of London]]|volume = 95|data= 1805|páginas= 316–330|doi = 10.1098/rstl.1805.0024}}</ref>
 
O elemento foi nomeado por Wollaston em 1802 em homenagem ao asteróide [[2 Pallas]], que havia sido descoberto dois meses antes.<ref name=CRC>{{citar livro|autor=Hammond, C. R.|capítulo=The Elements |título=Handbook of Chemistry and Physics|edição=81st|publisher=CRC press|isbn=0-8493-0485-7|data=2004}}</ref> Wollaston encontrou o paládio em um minério de platina bruto da América do sul, pela dissolução do minério em [[água régia]] e neutralizando a solução com [[hidróxido de sódio]]. Ele precipitou a platina como [[hexacloroplatinato de amônia]] após adicionar [[cloreto de amônia]]. Ele então adicionou [[cianeto de mercúrio]] para formar o composto [[cianeto de paládio]], que foi aquecido para extrair o metal.<ref name="Disco"/>
Por volta do ano 2000, o suprimento russo de paládio para o mercado global foi repetidamente atrasado e interrompido<ref>{{citar web|publicado=The London Bullion Market Association|obra=The LBMA Precious Metals Conference 2003|título=Russian PGM Stocks|primeiro = Alan|último =Williamson|url=http://www.lbma.org.uk/assets/5d_Williamson_lbmaconf2003.pdf|acessodata=2 de outubro de 2010}}</ref> porque a cota de exportação não era garantida na época, por razões políticas. O subsequente pânico do mercado levou o preço a aumentar até o valor recorde de $1100 por ''[[troy ounce]]'' em janeiro de 2001.<ref name="chart-all">{{citar web|url=http://www.infomine.com/investment/metal-prices/palladium/all/ |título=Historical Palladium Prices and Price Chart |acessodata=2015-01-27 |publicado=InvestmentMine}}</ref> Por volta desta época, a [[Ford Motor Company]], temendo uma interrupção na produção de veículos devido a falta do paládio, armazenou grandes quantidades do metal adquiridos ao preço máximo. Quando os preços caíram no início de 2001, a Ford perdeu quase um bilhão de dólares.<ref>{{citar web|data=16 de janeiro de 2002|título=Ford fears first loss in a decade|publicado=BBC News|url=http://news.bbc.co.uk/1/hi/business/1763406.stm|acessodata=19 de setembro de 2008}}</ref> A demanda mundial pelo elemento aumentou de 100 toneladas em 1990 para quase 300 toneladas em 2000. A produção global de paládio a partir de minas era de 222&nbsp;toneladas em 2006 de acordo com o ''[[United States Geological Survey]]''.<ref name="USGS07CS">{{citar web|editor=[[United States Geological Survey]]|data=Janeiro 2007|título=Platinum-Group Metals|publicado=Mineral Commodity Summaries|url= http://minerals.usgs.gov/minerals/pubs/commodity/platinum/platimcs07.pdf}}</ref> A maior parte do paládio é usada em [[conversores catalíticos]] na indústria automobilística.<ref name="Kiel">{{citar jornal|último1 = Kielhorn|primeiro1 = Janet|último2 = Melber|primeiro2 = Christine|último3 = Keller|primeiro3 = Detlef|último4 = Mangelsdorf|primeiro4 = Inge|título = Palladium – A review of exposure and effects to human health|jornal = International Journal of Hygiene and Environmental Health|volume = 205|issue = 6|páginas = 417–32|data = 2002|pmid = 12455264|doi = 10.1078/1438-4639-00180}}</ref>
 
Na atualidade, existem preocupações sobre o suprimento contínuo de paládio devido aos conflitos na Ucrânia, em função de eventuais sansõessanções que a Rússia poderia sofrer que reduziria a exportação do elemento levando a um déficit no mercado mundial.<ref>{{citar web|título=Why A Palladium Fund Has Launched In South Africa|url=http://www.investing.com/news/commodities-news/why-a-palladium-fund-has-launched-in-south-africa-274267|obra=Investing.com}}</ref>
 
== Na ficção ==
Utilizador anónimo