Georges Seurat: diferenças entre revisões

23 bytes removidos ,  19h56min de 10 de abril de 2019
m
Foram revertidas as edições de 177.177.124.105 para a última revisão de Jo Lorib, de 23h21min de 27 de março de 2019 (UTC)
m (Foram revertidas as edições de 177.177.124.105 para a última revisão de Jo Lorib, de 23h21min de 27 de março de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
'''Georges-Pierre Seurat''' ([[Paris]], [[2 de dezembro]] de [[1859]] — [[Paris]], [[29 de março]] de [[1891]]) foi um [[pintor]] [[França|francês]] e pioneiro do movimento [[pontilhismo|pontilhista]], também chamado divisionismo. A personalidade artística de Seurat era contraposta por qualidades supostamente opostas e incompatíveis: de um lado, a sua sensibilidade extrema e delicada; do outro, uma paixão pela abstração lógica e uma precisão matemática da mente.<ref>{{citar periódico|ultimo=Roger|primeiro=Fry|data=Setembro 1926|titulo=Essay|jornal=The Dial|doi=|url=|acessadoem=}}</ref> O seu maior trabalho, [[Uma Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte]] (1884-1886), alterou a direção da arte moderna ao iniciar o [[Neo-impressionismo]] e é um dos ícones da pintura do século XIX.<ref>{{Citar web|url=http://www.artic.edu/aic/exhibitions/seurat/seurat_themes.html|titulo=Seurat and the Making of La Grande Jatte|acessodata=2017-09-25|obra=www.artic.edu}}</ref>
 
=='''Biografia de Seurat'''==
 
 
=== Família e educação ===
Seurat '''nasceu em Paris em 1859''', na 60 rue de Bondy (atual rue René Boulanger). A família Seurat se mudou para a 136 boulevard de Magenta (atual 110 boulevard de Magenta) em 1862 ou 1863.<ref name=":0">{{Citar livro|url=https://www.amazon.com/Seurat-Suzanne-Veldink-Helewise-Marieke/dp/9073313287|título=Seurat|ultimo=Jooren|primeiro=Suzanne Veldink, Helewise Berger Marieke|data=2014|editora=Kroller-Muller Museum|local=Otterlo|isbn=9789073313286}}</ref> O seu pai, Antoine Chrysostome Seurat, nascido em Champagne, era um funcionário público que enriquecera explorando propriedades, e a mãe, Ernestine Faivre, era de Paris.<ref name=":1">{{Citar web|url=http://libmma.contentdm.oclc.org/cdm/compoundobject/collection/p15324coll10/id/73155|titulo=Georges Seurat, 1859-1891 / Robert Herbert, Françoise Cachin, Anne Distel, Susan Alyson Stein, Gary Tinterow :: Metropolitan Museum of Art Publications|acessodata=2017-09-25|obra=libmma.contentdm.oclc.org}}</ref> Georges era o filho caçula da família, e tinha um irmão, Émile Augustin, e uma irmã, Marie-Berthe. O pai vivia em Le Raincy, um bairro do subúrbio da cidade, e visitava a esposa e filhos uma vez por semana.<ref name=":0" />
 
Seurat começou a estudar arte na ''École Municipale de Sculpture et Dessin'', que era comandada pelo escultor Justin Lequien.<ref name=":2">{{citar periódico|ultimo=Kirby|primeiro=Jo|ultimo2=Stonor|primeiro2=Kate|ultimo3=Burnstock|primeiro3=Aviva|ultimo4=Grout|primeiro4=Rachel|ultimo5=Roy|primeiro5=Ashok|ultimo6=White|primeiro6=Raymond|data=2003|titulo=Seurat's painting Practice: Theory, Development and Technology|jornal=National Gallery Technical Bulletin|doi=|url=https://www.nationalgallery.org.uk/upload/pdf/kirby_stonor_roy_burnstock_grout_white2003.pdf|acessadoem=}}</ref><ref name=":1" /> Em 1878, ele ingressou na Escola Superior de Belas Artes de Paris, onde foi aluno do retratista Henri Lehmann. Lá, seguiu a formação acadêmica clássica, desenhando a partir de esculturas antigas e copiando rascunhos de mestres antigos.<ref name=":2" /> A educação formal de Seurat acabou em novembro de 1879, quando ele abandonou a Escola de Belas Artes para um ano de serviço militar.<ref name=":1" />