Abrir menu principal

Alterações

m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 187.36.176.207, com Reversão e avisos
As tropas britânicas estavam estacionadas em Boston, capital da Província da Baía de Massachusetts, desde 1768, com o objetivo de proteger e apoiar os oficiais nomeados pela coroa, e tentando fazer cumprir a legislação parlamentar, muito impopular entre os colonos. Por entre a crescente tensão nas relações entre a população e os soldados, um pequeno grupo de pessoas formou-se em redor de uma sentinela britânica, a qual foi sujeita a ofensas verbais e perseguições. A sentinela acabou por receber ajuda de outros oito soldados, os quais receberam ameaças verbais e foram atingidos por objetos atirados pelos civis. Dispararam contra a multidão, sem ordens prévias para o fazer, matando três pessoas e ferindo outras; duas delas acabariam por morrer dos ferimentos.
 
A multidão acabou por dispersar depois de o governador [[Thomas Hutchinson (governador)|Thomas HutchisonitaHutchinson]] ter prometido um inquérito, mas alterou a sua promessa o dia seguinte, dando instruções para a retirada das tropas para [[Castle Island (Massachusetts)|Castle Island]]. Oito soldados, um oficial e quatro civis foram detidos e acusados de homicídio. Defendidos pelo advogado [[John Adams]], seis dos soldados foram absolvidos, enquanto os outros dois foram condenados por homicídio simples, receberam penas reduzidas. Desenhos, relatos e propaganda sobre o incidente, coloridos por [[Paul Revere|Paul Reveres]], além da militarização da região aumentaram, ainda mais, as tensões ao longo das [[Treze Colónias]].<ref>[https://www.huffingtonpost.com/dennis-j-kucinich/police-militarization_b_5687598.html Militarized Police and the Threat to Democracy]</ref>
 
{{referências}}