Abrir menu principal

Alterações

 
== Vida pessoal ==
Letícia tinha dois anos de idade quando sua família se mudou de [[Belo Horizonte]] (para a cidade [[Minas Gerais|MGmineira]]) para a cidade mineira de [[Volta Grande]], indo residir na vila da [[Usina Hidrelétrica de Volta Grande]]. Lá seu pai era [[engenheiro]] na [[usina]]. Ela conta que aprendeu a gostar da [[natureza]] nesse lugar cheio de verde e de pessoas de diferentes [[nacionalidade]]s.
 
Mudando-se para [[Curitiba]], viveu nessa cidade dos quatrodez aos vinte anos. Lá começou a se interessar por [[arte]], tendo feito cursos de [[balé]] e [[teatro]].
 
Letícia conta que seu amadurecimento custou caro e veio com três experiências dolorosas. A primeira foi a morte por [[leucemia]] de seu primeiro namorado, no início de sua [[adolescência]]. A segunda foi o nascimento prematuro de sua filha Clara, ocorrido em [[4 de Janeiro]] de [[1993]]. A menina nasceu no [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], em um [[parto]] [[cesariana]] de emergência, aos seis meses de gestação. Sua filha quase faleceu e precisou ficar internada em uma [[incubadora]] na [[unidade de tratamento intensivo|UTI]], o que a obrigou a morarfrequentar nodiariamente o hospital com o marido [[Ângelo Antônio]] por trêsseis meses, até a criança receber alta. A terceira experiência ruim foi aseu separaçãodivórcio, conjugalocorrido em 2003, terminando um matrimônio de doze anos, o que a levou a procurar ajuda [[psicologiapsicoterapia|psicológicapsicoterapêutica]] e [[espíritoreligião|espiritual]].
 
Sua [[consciência]] [[política]] surgiu<ref>{{Citar web |url=http://revistaquem.globo.com/Quem/0,6993,EQG900540-2157-3,00.html |título=Letícia Sabatella: Ao natural|autor= |obra=[[Quem]] |publicado=[[Globo.com]] |data= |acessodata=26 de maio de 2012}}</ref><ref>{{Citar web |url=http://www.terra.com.br/istoegente/289/reportagens/capa_leticia_sabatella_02.htm |título=Uma nova Letícia Sabatella em cena |autor= |obra=[[Istoé Gente]] |publicado=[[Terra Networks]] |data= |acessodata=26 de maio de 2012}}</ref> cedo na vida e foi reforçada pela companhia de pessoas como [[Frei Beto]] e [[Herbert de Souza]], que lhe mostraram a importância de usar sua [[celebridade]] para algo mais do que ganhar dinheiro. Seu engajamento se tornou tão forte que chegou a conviver com os [[Indígenas|índios]]<ref>{{Citar web|url=http://www.poltrona.tv/leticia-sabatella-nao-quer-ser-sex-symbol/|título=Poltrona TV|língua=|autor=|obra=|publicado=Poltrona TV|data=|acessodata=26 de maio de 2012|arquivourl=https://web.archive.org/web/20080607120920/http://www.poltrona.tv/leticia-sabatella-nao-quer-ser-sex-symbol/#|arquivodata=7 de junho de 2008|urlmorta=yes}}</ref> [[craós]] (no [[Tocantins]]), como se fosse um deles, e a acampar com integrantes do [[Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra|Movimento dos Sem Terra]] para entender sua proposta. Além disso, participa de várias entidades, é presença constante em fóruns, levanta a voz em defesa dos [[direitos humanos]] e do [[meio ambiente]].
A mineira costuma dizer que a [[religião]] não precisa ser um [[ópio]], pode ser libertadora, mobilizadora e transformadora. Acredita que seu envolvimento em causas sociais a fez ganhar humanidade e consciência e também que só com uma [[reforma agrária]] a [[violência urbana]] diminuirá. Defende o [[MST]], diz que os seus membros procuram conter excessos e desenvolveram uma interessante educação rural para crianças. Acusa a [[imprensa]] de ocultar informações como o [[trabalho escravo]] no Brasil. É vegetariana.<ref>{{Citar web |url=http://manequim.abril.com.br/culinaria/cozinha-cia/culinaria_dicas_278542.shtml# |titulo=Manequim, Abril |acessodata=18 de março de 2013 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20090210202531/http://manequim.abril.com.br/culinaria/cozinha-cia/culinaria_dicas_278542.shtml# |arquivodata=10 de fevereiro de 2009 |urlmorta=yes }}</ref> Já foi convidada para muitos comerciais, mas recusou porque é contra o [[consumismo]]. Apesar de ser [[socialista]], afirma que nunca foi discriminada na [[Rede Globo]].
 
No dia 16 de dezembro de 2013, casou-se com o ator [[Fernando Alves Pinto]] em [[São Paulo (cidade)|São Paulo]], após dois anos de namoro, numa cerimônia intimista apenas, para 350 convidados. Após divergências conjugais, [[divórcio|divorciaram-se]] em [[março]] de [[2019]]. Em [[junho]] do mesmo ano assumiu publicamente estar namorando o ator [[Daniel Dantas]].<ref>[http://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2013/12/leticia-sabatella-e-fernando-alves-pinto-se-casam-em-cerimonia-intimista.html QUEM ACONTECE - Letícia Sabatella e Fernando Alves Pinto se casam em cerimônia intimista]. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.</ref>
 
==Carreira==
Utilizador anónimo