Diferenças entre edições de "Constituição de Weimar"

461 bytes removidos ,  14h53min de 6 de julho de 2019
corrigi erros e acrescentei dados objetivos
(O trecho, em verdade, faz referência à Constituição mexicana de 1917 (não à de 1824), marco revolucionário na consagração dos direitos sociais, a qual serviu de base para elaboração da Constituição de Weimar.)
(corrigi erros e acrescentei dados objetivos)
{{Tradução de|artigo|en|Weimar Constitution}}
[[Imagem:Weimar Constitution.jpg|thumb|right|210px|A Constituição de Weimar em formato de livreto. A constituição em si exigia que fosse entregue aos estudantes no momento de sua formatura.]]
A '''Constituição de Weimar''' (alemão: ''Weimarer Verfassung'') ou, na sua forma portuguesa, '''Veimar''', oficialmente '''Constituição do Império Alemão''' (alemão: '' Verfassung des Deutschen Reichs'') erafoi o documentotexto constituional que governouvigorou durante a curta [[República de Weimar]] ([[1919]]-[[1933]]) da [[Alemanha]]. AFoi Constituiçãoelaborada declaroupor aAssembelia Alemanhacontituinte comoque umase repúblicareuniu democrática parlamentar. Ela tecnicamente permaneceu em vigor durante toda a existência do [[Alemanha Nazi|Terceiro Reich]] de 1933-1945.<ref>{{citar web |url=http://www.dw.de/constitui%C3%A7%C3%A3o-de-weimar-era-assinada-h%C3%A1-90-anos-na-alemanha/a-4558174 |título=Constituiçãocidade de Weimar, erasendo assinadaaprovada em 90 anos na Alemanha |acessodata= |autor=Marlis Schaum |coautores=Alexandre Schossler |data= |ano= |mes= |formato= |obra= |publicado=DW |páginas= |língua= |língua2=pt |língua3= |lang= |citação= }}</ref><ref>{{citar web |url=http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73301998000200006 |título=A constituição de Weimar: Um capítulo para a educação |acessodata=31 de julho de 20131919 |autor=Carlose Robertoassinada Jamilem Cury11 |coautores=de |data=agosto |ano=de |mes= |formato= |obra= |publicado=Scielo |páginas= |língua= |língua2=pt |língua3= |lang= |citação= }}</ref>1919.
 
Elaborada após a derrota da Alemanha imperial na primeira guerra mundial, a Constituição de Weimar declarou a Alemanha como uma república democrática parlamentar. Ela tecnicamente permaneceu em vigor durante toda a existência do [[Alemanha Nazi|Terceiro Reich]] de 1933-1945, apesar de ser suspensa, não se realizando mais eleições nem sendo respeitados os direitos fundamentais.
O título da [[Constituição]] era o mesmo da [[Constituição do Império Alemão|constituição imperial]] que a precedeu. A palavra alemã ''Reich'' é traduzida geralmente como “império”; entretanto, uma tradução mais exata seria “reino” ou “comunidade”. O termo persistiu mesmo após o fim da [[Monarquia Alemã|monarquia]] em [[1918]]. O nome oficial de estado alemão era ''Deutsches Reich'' até 1943, quando foi adotado o termo Großdeutsches Reich (Grande Alemanha), que perdurou até a derrota alemã em 1945.
 
O título da [[Constituição]] era o mesmo da [[Constituição do Império Alemão|constituição imperial]] que a precedeu. A palavra alemã ''Reich'' é traduzida geralmente como “império”; entretanto, uma tradução mais exata seria “reino” ou “comunidade”. O termo persistiu mesmo após o fim da [[Monarquia Alemã|monarquia]] em [[1918]]. O nome oficial dedo estadoEstado alemão era ''Deutsches Reich'' até 1943, quando foi adotado o termo Großdeutsches Reich (Grande Alemanha), que perdurou até a derrota alemã em 1945.
A Constituição de Weimar representa o auge da crise do [[Estado liberal|Estado Liberal]] do {{séc|XVIII|x}} e a ascensão do [[Estado social|Estado Social]] do {{séc|XX|x}}. Foi o marco do movimento constitucionalista que consagrou [[direitos sociais]], de segunda geração/dimensão (relativos às relações de produção e de trabalho, à educação, à cultura, à [[Previdência social|previdência]]) e reorganizou o [[Estado]] em função da [[Sociedade]] e não mais do indivíduo.
 
A Constituição de Weimar representa o auge da crise do [[Estado liberal|Estado Liberal]] do {{séc|XVIII|x}} e a ascensão do [[Estado social|Estado Social]] do {{séc|XX|x}}. Foi o marco do movimento constitucionalista que consagrou [[direitos sociais]], de segunda geração/dimensão (relativos às relações de produção e de trabalho, à educação, à cultura, à [[Previdência social|previdência]]) e reorganizou o [[Estado]] em função da [[Sociedade]] e não maisapenas do indivíduo.
 
A Constituição de Weimar de 1919, não abolia formalmente o [[Império Alemão]], mas lhe dava uma nova fisionomia, democrática e liberal. A nova constituição substituiu a personalidade do Imperador ou Kaiser pela do Presidente Imperial ou Presidente do Império, que era eleito democraticamente pelo povo, que por sua vez, nomeava o [[Chanceler]] do Império, que não mais respondia ao [[Imperador]] (neste caso, ao Presidente) e sim ao [[Parlamento]] (alemão: ''Reichstag'').
 
Em termos de direito comparado, a Constituição de Weimar é conhecida como uma das primeiras no mundo que garantiram direitos dos trabalhadores, junto a [[Constituição russa de 1918|Constituição soviética]] de 1918 e a [[Constituição do México|Constituição mexicana de 1917]].
A Constituição de Weimar, trilhou a mesma via da [[Constituição do México|Carta mexicana]], e previu em seu texto todas as convenções aprovadas pela então recém-criada [[Organização Internacional do Trabalho]].{{Carece de fontes|data=novembro de 2013}}
 
{{referências}}
 
== Ligações externas ==
{{esboço-históriade}}
 
{{Esboço-política}}{{Normdaten}}<br />
 
[[Categoria:República de Weimar]]
[[Categoria:Constituições da Alemanha|Weimar]]
287

edições