Diferenças entre edições de "Empresa transnacional"

11 bytes removidos ,  00h13min de 18 de julho de 2019
m
Foram revertidas as edições de 201.94.251.201 por fazer testes nos artigos (usando Huggle) (3.4.9)
m (Foram revertidas as edições de 201.94.251.201 por fazer testes nos artigos (usando Huggle) (3.4.9))
Etiquetas: Huggle Reversão
Por serem mundiais, essas empresas conseguem comparar as características de cada país e analisar a [[relação de custo-benefício]] de cada localidade, podendo até barganhar com os governos a instalação de unidades, obtendo condições especiais para atuar. Esse fato gera uma contradição em que existe um favorecimento das maiores empresas em detrimento de pequenos negócios, levando-os a uma concorrência.
 
<ref></ref>== Controle internacional sobre as empresas multinacionais ==
A regulamentação das empresas multinacionais no plano internacional é tema de crescente interesse. A lógica das empresas multinacionais é a da maximização do [[lucro]], orientando seus [[investimento]]s pela busca de oportunidades de expansão comercial, aliada à [[segurança jurídica]] propiciada pela existência de regras [[contrato|contratuais]] claras e respeitadas por um [[sistema jurídico]] eficaz. Já o Estado, tem de competir no cenário internacional para atrair os investimentos estrangeiros para seu território, mesmo que isso implique em fazer concessões passíveis de atingir o [[mercado interno]], o qual o Estado também deve proteger.<ref>{{citar livro|nome = José|sobrenome = Cretella Neto|título = Empresa transnacional e direito internacional: exame do tema à luz da globalização.|ano = 2006|isbn = |página = 94}}</ref>