Diferenças entre edições de "Sertanejo universitário"

854 bytes adicionados ,  19h55min de 6 de outubro de 2019
m
Foram revertidas as edições de 170.231.149.119 para a última revisão de Theys York, de 21h31min de 12 de setembro de 2019 (UTC)
m (Foram revertidas as edições de 170.231.149.119 para a última revisão de Theys York, de 21h31min de 12 de setembro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
Suas origens encontram-se na capital do estado de [[Mato Grosso do Sul]], [[Campo Grande]], com a dupla [[João Bosco & Vinícius]], que passaram a cantar suas canções num compasso mais rápido e com uma maior valorização dos sons acústico. Essa variação de estilo passou a ter mais aceitação com o aumento da popularidade da dupla sertaneja [[César Menotti & Fabiano]].<ref>{{Citar web|url=https://danceimpacto.webnode.pt/ritmos/sertanejo-universitario/|titulo=Sertanejo universitario :: .|acessodata=2018-08-29|obra=danceimpacto.webnode.pt|lingua=pt}}</ref>
 
O Universitário é considerado a terceira modalidade do gênero sertanejo, após a música caipira propriamente dita, o "sertanejo raiz" e o sertanejo romântico, muito popular entre as [[década]]s de [[Década de 1980|1980]] e [[Década de 1990|1990]].<ref name="Extra">{{citar web|url=http://extra.globo.com/tv-e-lazer/sertanejo-universitario-sertanejo-faz-escola-363067.html|título=Sertanejo Universitário: O sertanejo faz história|publicado=[[Extra]]|data=02/10/2010|acessodata=11 de maio de 2015}}</ref> vinda do estado de Mato Grosso do Sul e com reflexo no estado de Goiás, tem como os primeiros a tocar a dupla João Bosco & Vinicius, que em 1994 iniciaram sua carreira tocando em bares para universitários na capital, Campo Grande. O público da dupla passou a ser composto basicamente de universitários, iniciando a renovação do gênero sertanejo no Brasil: o “Sertanejo Universitário”.<ref>http://www.movimentocountry.com/como-surgiu-o-sertanejo-universitario/</ref><ref>{{citar web|url=http://www.movimentocountry.com/como-surgiu-o-sertanejo-universitario/|titulo=Como surgiu o sertanejo universitário|data=6 de setembro de 2016|acessodata=13/08/2017|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
Neste estilo predominam canções consideradas mais simples, e por conta dos cantores do gênero serem em sua maioria jovens é considerado "universitário".<ref name="Country">{{citar web|url = http://www.movimentocountry.com/quem-inventou-o-sertanejo-universitario/|título = Quem inventou o Sertanejo Universitário?|publicado = Movimento Country|data = 16/10/2011|último = Rodrigues|primeiro = Hedmilton|acessodata = 11 de maio de 2015}}</ref> Em vez dos tradicionais [[Acordeão|acordeões]] e [[Violão|violões]], [[sintetizador]]es e [[Guitarra elétrica|guitarras elétricas]]<ref name="FM">{{citar web|url=http://www.fmhits.com.br/novo/como-e-onde-surgiu-o-ritmo-sertanejo/|título=Como e onde surgiu o ritmo sertanejo?|publicado=FM Hits|data=30/06/2014|acessodata=11 de maio de 2015}}</ref> começaram a ser usadas com mais frequência nesse estilo de música. Esta variação se diferencia do sertanejo por ter mais elementos do [[pop]], e linguagem informal. O estilo esta presente nos estados de [[Mato Grosso do Sul]], [[Mato Grosso]], [[Goiás]], [[Distrito Federal]], [[Paraná]], [[Minas Gerais]], [[Tocantins]] e [[interior de São Paulo]].
A interação entre o [[interior]] e a [[metrópole]] no âmbito acadêmico contribuiu para o surgimento do estilo próprio.<ref name="Cravo" /> Tendo as violas e violões se disseminado nos [[campus]] e [[República estudantil|repúblicas]] estudantis, a velha música sertaneja acabou por associar ao violão e à viola instrumentos modernos como [[guitarra]]s, [[baixo]]s, [[Bateria (instrumento musical)|bateria]], [[metais]] e instrumentos de [[percussão]].<ref name="Country">{{citar web|url=http://www.movimentocountry.com/quem-inventou-o-sertanejo-universitario/|título=Quem inventou o Sertanejo Universitário?|publicado=Movimento Country|data=16/10/2011|último=Rodrigues|primeiro=Hedmilton|acessodata=11 de maio de 2015}}</ref>
 
== História ==
De origem pantaneira vinda do estado de Mato Grosso do Sul e com reflexo no estado de Goiás, tem como os primeiros a tocar a dupla João Bosco & Vinicius, que em 1994 iniciaram sua carreira tocando em bares para universitários na capital, Campo Grande. O público da dupla passou a ser composto basicamente de universitários, iniciando a renovação do gênero sertanejo no Brasil: o “Sertanejo Universitário”.<ref>http://www.movimentocountry.com/como-surgiu-o-sertanejo-universitario/</ref><ref>{{citar web|url=http://www.movimentocountry.com/como-surgiu-o-sertanejo-universitario/|titulo=Como surgiu o sertanejo universitário|data=6 de setembro de 2016|acessodata=13/08/2017|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
A interação entre o [[interior]] e a [[metrópole]] no âmbito acadêmico contribuiu para o surgimento do estilo próprio.<ref name="Cravo" /> Tendo as violas e violões se disseminado nos [[campus]] e [[República estudantil|repúblicas]] estudantis, a velha música sertaneja acabou por associar ao violão e à viola instrumentos modernos como [[guitarra]]s, [[baixo]]s, [[Bateria (instrumento musical)|bateria]], [[metais]] e instrumentos de [[percussão]].<ref name="Country">{{citar web|url=http://www.movimentocountry.com/quem-inventou-o-sertanejo-universitario/|título=Quem inventou o Sertanejo Universitário?|publicado=Movimento Country|data=16/10/2011|último=Rodrigues|primeiro=Hedmilton|acessodata=11 de maio de 2015}}</ref>
 
O resultado inicial foi uma nova roupagem das antigas e clássicas raízes sertanejas que com o avançar dos anos foram se distanciando dos estilos percussores e adquirindo [[identidade]] própria.<ref name="Teló">{{citar web|url=http://mulher.uol.com.br/moda/noticias/redacao/2012/02/06/saiba-mais-sobre-estilo-sertanejo-universitario-de-michel-telo.htm|título=Saiba mais sobre estilo sertanejo universitário de Michel Teló|publicado=[[Uol]]|data=06/02/2012|último=Oliveros|primeiro=Ricardo|acessodata=12 de maio de 2015}}</ref> Neste [[cenário]] novo as influências musicais dos jovens do interior também foi gradativamente se misturando com outros estilos, em especial o [[pop]], o [[arrocha]] e o [[funk carioca]],<ref name="Cravo">{{citar web|url=http://www.dicionariompb.com.br/sertanejo-universitario/dados-artisticos|título=Sertanejo Universitário - Dados artísticos|publicado=[[Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira]]|acessodata=12 de maio de 2015}}</ref> estilos geralmente predominantes nas [[festa]]s promovidas pelos jovens acadêmicos.
 
== Temática ==
Por surgir após o segundo movimento sertanejo (romântico), esse estilo já não conta com letras tão regionais e situações vividas por [[caipira]]s (como o Sertanejo raiz). Geralmente as letras abordam situações corriqueiras encaradas na vida dos jovens, tendo forte apelo temas como [[traição]], bebedeiras e [[ostentação]].<ref name="FM">{{citar web|url=http://www.fmhits.com.br/novo/como-e-onde-surgiu-o-ritmo-sertanejo/|título=Como e onde surgiu o ritmo sertanejo?|publicado=FM Hits|data=30/06/2014|acessodata=11 de maio de 2015}}</ref>
 
== Cantores ==
O Universitário encontrou nos jovens a busca do seu crescimento, trazendo um enfoque em canções que falam de amor e baladas. Hoje novos cantores vão surgindo ou outros adotam o estilo, e a cada dia o gênero vai se popularizando mais. Alguns artistas destacados são: [[Gusttavo Lima]], [[Jorge & Mateus]], [[Cristiano Araújo]], [[Luan Santana]], [[Marília Mendonça]], [[Maiara & Maraisa|Maiara e Maraísa]], [[Simone & Simaria|Simone e Simaria]], [[Henrique & Juliano]], [[Marcos e Belutti]], [[João Neto e Frederico]], [[João Bosco e Vinícius]], [[Thaeme e Thiago]], [[Zé Neto & Cristiano]], [[Munhoz e Mariano]], entre outros.
 
== Ver também ==