Diferenças entre edições de "Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul"

65 bytes adicionados ,  12h44min de 8 de outubro de 2019
sem resumo de edição
Nasce em 16 de janeiro de 1943 a designação Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul Ltda. No mês seguinte, a empresa compra 4 [[Douglas DC-3]] e começa a mudar sua frota para equipamentos norte-americanos. Em 1948, finalmente são aposentados os Focke Wulf FW 200, usados na rota Rio-Buenos Aires. A frota padronizada em DC-3 e C-47 enfrenta agora a competição de aproximadamente 30 empresas aéreas domésticas, criadas no pós-guerra.
 
[[Ficheiro:Cruzeiro do Sul Airbus A300 Aragao.jpg|thumb|[[Airbus A300|Airbus A300B4]] da Cruzeiro no [[Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Tom Jobim/Galeão|Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão]] em 1984.]]
 
A Cruzeiro, já internacional, ganha em 1947 o direito de servir [[Porto Rico]], [[Nova Iorque]] e [[Washington]]. Recebe para tais voos 3 [[Douglas DC-4]], mas exige subvenção governamental para operar nesta rota. Trinta voos de "reconhecimento" são feitos até 1949. A subvenção não sai e os DC-4 são trocados por [[Convair 340]], o primeiro deles chegando apenas em março de 1954.
Em 4 de setembro de 1967, a Cruzeiro recebeu o primeiro de 12 YS-11A operados até 1975, mais uma aeronave introduzida no Brasil graças à companhia.
 
Em 1968, encomendou 4 [[Boeing]]s 727|Boeings 727-100]], iniciando serviços com os mesmos em 03/01/1970 nas rotas Rio-Brasília e Rio-Buenos Aires. Em 1969, Leopoldino Amorim asssume a presidência, deixada vaga pela morte de Dr.José Bento Ribeiro Dantas, presidente da empresa desde 1942.
 
== Venda ==
A [[década de 1970|década de 70]] começou mal para a empresa, sendo que a mesma encontrou crescentes dificuldades para competir com a [[Varig]], [[VASP]] e com o crescimento da [[Sadia]]/[[Transbrasil]]. Quando finalmente obteve a chance de renovação de sua frota com a aquisição de 6 Boeing 737-200, a CRUZEIRO se viu envolvida em negociações onde VASP e VARIG disputaram seu controle acionário, sendo que em 22/05/1975 a Cruzeiro foi adquirida pela [[Fundação Rubem Berta]], até então controladora da [[Varig]]. Deixava de existir uma das pioneiras da aviação brasileira.
A marca e o nome, porém, foram mantidos e a [[Varig]] usava a Cruzeiro para ter direitos a mais rotas e obter um faturamento de duas empresas. Como na compra dos 4 Airbus A300/B4A300B4, que foram negociados com o consórcio Airbus Industries pela Cruzeiro, até por ser um produto desconhecido, os dois primeiros aviões matriculados PP-CLA e PP-CLB fizeram tanto sucesso na rota para Miami, que o FAA fez questão de lembrar a VARIG que a rota era da VARIG e não da CRUZEIRO, então os outros dois aviões chegaram para a VARIG e receberam os prefixos PP-VND e PP-VNE. Outra situação em que a CRUZEIRO foi usada como laboratório foi no experimento de meses com o MD82, matriculado PP-CJM, no entanto o avião chegou a ter 6 unidades prospectadas pela CRUZEIRO, mas uma alta do dólar enterrou os planos e o PP-CJM foi devolvido após o período de experiência.
 
== Cruzeiro como subsidiária da Varig ==
Embora Varig e Cruzeiro do Sul tenham sido mantidas como empresas separadas que funcionavam como um consórcio, na realidade as frequências e frotas foram integradas e racionalizadas, a fim de evitar a duplicação de serviços. Em 1975, quando havia apenas quatro companhias aéreas nacionais que operavam no Brasil ([[Varig]], Cruzeiro, [[VaspVASP]] e [[Transbrasil]]) e o mercado era rigidamente regulado, o governo destinou um máximo de 45% da quota de mercado para o consórcio Varig/Cruzeiro, sendo o restante dividida entre as outras duas linhas aéreas. O consórcio teve, porém, o monopólio das rotas internacionais e operou em todas as grandes cidades brasileiras.
Em 1979, a Cruzeiro comprou dois Airbus A300B4. Em 14 de junho, 1983 Cruzeiro usando suas concessões abriu novos serviços internacionais para Port of Spain e Bridgetown e mantidos os existentes para Montevidéu, Buenos Aires, La Paz, Santa Cruz de la Sierra, Iquitos, Paramaribo e Caiena. Em 1986, a frota de Cruzeiro consistia de dois Airbus A-300A300B4, 6 Boeing 727-100 e 6 737-200.
Na área econômica no entanto, o déficit, desde a compra da Varig nunca deixou de crescer. Finalmente, no dia 1 de janeiro de 1993, Cruzeiro do Sul deixou de existir quando foi totalmente absorvido pela Varig. Em 1997, o último 737-200 ainda pintados com o esquema de cores do Cruzeiro e com o registro Cruzeiro recebeu as cores da Varig. Seus traços desapareceram em 2001, com a retirada dos aviões PP-CJN, CJO, CJR, CJT. Por ironia do destino, o PP-CJT ainda voltou à VARIG quando esta teve severos problemas de frota em 2002.
 
[[Ficheiro:Cruzeiro Boeing 737-200 Volpati.jpg|thumb|250px|direita|[[Boeing 737|Boeing 737-200]] da Cruzeiro no [[Aeroporto de Congonhas/São Paulo|Aeroporto de Congonhas]] em 1977.]]
 
* [[Airbus A300|Airbus A300B4-203]]: 2 (PP-CLA; PP-CLB) (PP-CLC trocado para PP-VND), (PP-CLD trocado para PP-VNE)
* Beech AT11 (PP-CCF (Batuíra) (Acidentado em 11/10/1956 - Itacuru-MG), PP-CCG (Irerê), PP-CCH (Marreca), PP-CDA (Atobá), PP-CDE (Jaó), PP-CDF (Tuiuiú)
* [[Boeing 727|Boeing 727-100]]: 8 (PP-CJE; PP-CJF; PP-CJG (Acidentado em 26/07/1971 - Manáus-AM); PP-CJH; PP-CJI; PP-CJJ; PP-CJK; PP-CJL (Acidentado em 02/03/1981 - Salvador - BA))
* [[Boeing 737-200]]: 6 (PP-CJN (Acidentado em 16/09/2001 - Goiânia - GO); PP-CJO (Acidentado em 14/02/1997 - Carajás - PA); PP-CJP; PP-CJR; PP-CJS; PP-CJT)
* [[Sud Aviation Caravelle|Caravelle VI-R]]: 7 (PP-CJA, PP-CJB, PP-CJC, PP-CJD, PP-PDX (Acidentado em em 01/06/1973 em Sao Luís-MA), PP-PDV (Acidentado em 23/12/1972 em Manáus-AM), PP-PDZ)
* [[Convair 240]]: 10 (PP-CET (Regulus), PP-CEU Aldebaran) , PP-CEV (Betelgeuse) (Acidentado em 15/01/1963 - São Paulo - SP), PP-CEW (Polaris), PP-CEY (Salph), PP-CEZ (Dube) (Acidentado em 03/05/1962 - Vitória - ES), PP-CFA (Rigel), PP-CFB Belatrix), PP-CFC (Alderamin), PP-CFD (Arcturus) (Acidentado em 20/08/1965 - Rio de Janeiro - RJ)
* [[Convair 340]]: 4 (PP-CDW (Sirius) (Acidentado em 03/05/1963 - São Paulo - SP) , PP-CDY (Canopus) (Acidentado em 22/01/1963 - Parnaiba - PI), PP-CDZ (Vega), PP-CEA (Antares)
Utilizador anónimo