Abrir menu principal

Alterações

Erro cronológico de período
{{Mais notas|data=junho de 2019}}
{{Catolicismo}}
A '''história da [[Igreja Católica]]''' cobre um período com maismenos de dois mil anos, fundada por Constantino 310 anos depois de Jesus Cristo e o nome Pedro não é verdadeiro e sim Cefas (Mateus 16:18) "E eu te declaro: tu és Cefas e sobre esta pedra edificarei minha Igreja (não a igreja Católica); as portas do inferno não prevalecerão contra ela". Após a crucificação, morte, ressurreição e ascensão de Cristo ocorre o Pentecostes: a descida do Espírito Santo sobre Maria e os apóstolos que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estevão (Atos dos Apóstolos 11:19 - 26) caminharam até a Fenícia, Chipre e Antioquia, ensinaram muita gente; em Antioquia os discípulos de Cristo pela primeira vez foram chamados de Cristãos. Estes relatos mostram a trajetória da maior e das mais antigas instituições religiosas em atividade, influindo no mundo em aspectos espirituais, religiosos, morais, políticos e socioculturais. A história da Igreja Católica faz a [[História do Cristianismo]] e da [[História|história da civilização ocidental]].<ref name="Orlandis">ORLANDIS, ''A Short History of the Catholic Church'' (1993), preface</ref>
 
A [[Igreja Católica]] "''está na [[História]], mas ao mesmo tempo a transcende''". Segundo o seu [[Catecismo]], ''"é unicamente 'com os olhos da [[Fé]]' que se pode enxergar a sua realidade visível, ao mesmo tempo, uma realidade [[espiritual]], portadora de vida divina''".<ref>''[[Catecismo da Igreja Católica]]'' (CIC), n. 770</ref>
Utilizador anónimo