Diferenças entre edições de "Pão com Manteiga"

2 bytes adicionados ,  20h44min de 24 de outubro de 2019
'''Pão com manteiga'''
'''Pão com manteiga''' foi uma banda paulista de [[rock progressivo]] e [[música experimental]]<ref>[https://super.abril.com.br/cultura/malditos-por-opcao/ super.abril.com.br/] ''Malditos por opção''</ref><ref>[https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/7850/1/arquivo780_1.pdf repositorio.ufpe.br/] Dissertação - Udigrudi da Pernambucália (pág 51)- RI UFPE</ref><ref>[https://escutaqueebom.com/nostalgia-de-volta-a-decada-de-70/ escutaqueebom.com/] ''ESCUTA! Nostalgia: de volta à década de 70''</ref> formada em 1976 pelos músicos Paulo Som (Vocais, Viola, Violão), Johnny (vocalista e guitarrista), Pierre (Baixo elétrico e Back-Vocal), Gilberto (Teclados e Banjo) e Edison (Bateria e Efeitos). Eles gravaram apenas um álbum homônimo em 1976. O disco, lançado em formato LP pelo selo Continental Records, é conceitual e aborda o mundo fantasioso de Avalon e faz criticas a sociedade moderna.<ref name="alt"/>
 
'''Pão com manteiga''' foi uma banda paulista de [[rock progressivo]] e [[música experimental]]<ref>[https://super.abril.com.br/cultura/malditos-por-opcao/ super.abril.com.br/] ''Malditos por opção''</ref><ref>[https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/7850/1/arquivo780_1.pdf repositorio.ufpe.br/] Dissertação - Udigrudi da Pernambucália (pág 51)- RI UFPE</ref><ref>[https://escutaqueebom.com/nostalgia-de-volta-a-decada-de-70/ escutaqueebom.com/] ''ESCUTA! Nostalgia: de volta à década de 70''</ref> formada em 1976 pelos músicos Paulo Som (Vocais, Viola, Violão), Johnny (vocalista e guitarrista), Pierre (Baixo elétrico e Back-Vocal), Gilberto (Teclados e Banjo) e Edison (Bateria e Efeitos). Eles gravaram apenas um álbum homônimo em 1976. O disco, lançado em formato LP pelo selo Continental Records, é conceitual e aborda o mundo fantasioso de Avalon e faz criticas a sociedade moderna.<ref name="alt" />
 
Mesmo depois de 4 décadas após terem terminado, a banda saiu do ostracismo por ter sido citada no livro "Lindo Sonho Delirante vol. 2 – 100 discos audaciosos do Brasil (1976 – 1985)", de autoria do pesquisador musical paulista [[Bento Araújo]].<ref>[https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2018/06/12/pesquisador-inventaria-em-livro-100-audaciosos-discos-brasileiros-lancados-entre-1976-e-1985.ghtml g1.globo.com/] ''Pesquisador inventaria, em livro, 100 'audaciosos' discos brasileiros lançados entre 1976 e 1985''</ref><ref>[https://reverb.com.br/artigo/tudo-tanto-livro-lista-100-classicos-perdidos-da-musica-brasileira-dos-anos-1970-e-1980 reverb.com.br/] ''TUDO TANTO: LIVRO LISTA 100 CLÁSSICOS PERDIDOS DA MÚSICA BRASILEIRA DOS ANOS 1970 E 1980''</ref> Em 2012, o álbum apareceu na lista "7 registros obscuros da música nacional", do Altnewspaper.<ref name="alt">[http://www.altnewspaper.com/2012/04/7-registros-obscuros-da-musica-nacional.html altnewspaper.com/] ''7 registros obscuros da música nacional''</ref>
Utilizador anónimo