Diferenças entre edições de "Demónio"

98 bytes removidos ,  02h51min de 26 de outubro de 2019
Desfeita a edição 56563794 de 2804:D49:1215:797F:EC99:1098:1064:2EFD
(Acrescentei argumentos e explicações que estavam faltando)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Desfeita a edição 56563794 de 2804:D49:1215:797F:EC99:1098:1064:2EFD)
Etiqueta: Desfazer
{{PEPB|Demónio|demônio}} é, segundo o [[cristianismo]], um [[anjo]] que se rebelou contra [[Deus]] e que passou a lutar pela perdição da [[humanidade]].<ref name="enoch.69">[[Livro de Enoque]], Capítulo LXIX [http://www.sacred-texts.com/bib/boe/boe072.htm <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref> Na [[antiguidade]], contudo, o termo tinha outra conotação, referindo-se a um [[Gênio (mitologia romana)|gênio]] que inspirava os indivíduos tanto para o [[bem]] quanto para o [[mal]].<ref name="ref1">FERREIRA, A. B. H. ''Novo Dicionário da Língua Portuguesa''. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.534</ref><ref name="ovidio.metamorfoses.675">[[Bóreas]] se enche de raiva demoníaca para violentar [[Orítia]], filha do rei [[Erecteu]] de Atenas e casada com [[Tereu]] rei da Trácia; [[Ovídio]], ''Metamorfoses'', Livro VI, 675-701</ref>
 
Nos contextos [[Judaísmo|judaico]] e [[Islão|islâmico]], a ideia é diversa, até porque não se trata de um ente opositor ao Criador, mas de algumas criaturas a Ele subalternas,o capeta veio pra matar,roubar e destruir,quem for satanista vai queimar no inferno junto com ele. Na cércea do primeiro contexto, refere-se a um ser imperfeito que foi formado no sexto dia da [[Criação (teologia)|Criação]].<ref>{{Citar livro|lingua2=en|título=Tree of Souls|subtítulo=the mythology of Judaism|primeiro=Howard|último=Schwartz|local=Nova Iorque|editora=Oxford|ano=2004|página=227}}</ref> Para o segundo, os demônios, ou ''[[jinn]]'', são seres que coexistem com os seres humanos, sendo dotados de [[livre-arbítrio]] e chefiados por [[Iblis]].<ref>{{Citar livro|lingua3=en|título=Islam|subtítulo=historical, social, and political perspectives|primeiro=Jean Jacques|último=Waardenburg|local=|editora=Walter de Gruyter & Co|ano=2002|página=38|isbn=3110171783}}</ref>
 
== Etimologia ==