Diferenças entre edições de "Saad Hariri"

1 228 bytes adicionados ,  22h23min de 30 de outubro de 2019
Adição de informação e referência
(Adição de informação e referência)
É filho do também ex-primeiro-ministro [[Rafik Hariri]], assassinado em 2005. Hariri também tem sido líder do partido [[Movimento do Futuro]] desde a morte do pai. Ele tem sido visto como uma das "figuras fortes" do [[Aliança 14 de Março|Movimento 14 de Março]].<ref>{{citar jornal|url=https://www.economist.com/news/middle-east-and-africa/21565251-assassination-security-chief-drags-lebanon-closer-syria%E2%80%99s-civil|titulo=Lebanon and Syria: Peering into the abyss |publicacao=The Economist|data=27 de outubro de 2012|acessodata=5 de janeiro de 2013}}</ref>
 
Hariri nasceu em uma família rica e, com ligações políticas, filho de um empresário libanês com uma [[Iraque|iraquiana]]. Ele estudou negócios financeiros nos Estados Unidos e, depois trabalhou numaem uma empresa de comunicações na [[Arábia Saudita]]. ApósAntes ade morteentrar dopara seua pai, Raficpolítica, ele assumiu,foi empresidente 2005do comitê executivo da Oger Telecom, aque liderançainvestiu doem Movimentotelecomunicações dono FuturoOriente Médio e na África, entre 20091994 e 20112005.<ref>{{Citar serviuweb|titulo=سعد comoالحريري.. primeiroبين ألغام الداخل وصراعات الإقليم|url=https://www.aljazeera.net/encyclopedia/icons/2014/9/28/سعد-ministroالحريري|obra=www.aljazeera.net|acessodata=2019-10-30}}</ref> Além disso, foi presidente da Omnia Holdings e membro do [[Líbano]]conselho pelada primeiraOger vez.International TensõesEntreprise comde outrosTravaux movimentosInternationaux, políticosSaudi forçaramInvestiment eleBan, ae renunciardo masGrupo Hariride nãoPesquisa saiue daMarketing vidaSaudita,canal políticade televisão libanês Future TV.<ref>{{Citar livro|url=https://books.google.com.br/books?id=aSa1DAAAQBAJ&redir_esc=y|título=Major Players in the Muslim Business World|ultimo=Salihovic|primeiro=Elnur|data=2015-10-05|editora=Universal-Publishers|lingua=en|isbn=9781627340526}}</ref>
 
Após a morte de Rafik Hariri, em 2005, ele assumiu a liderança do Movimento do Futuro e, entre 2009 e 2011, serviu como primeiro-ministro do [[Líbano]] pela primeira vez. Tensões com outros movimentos políticos forçaram ele a renunciar, mas Hariri não saiu da vida política.<ref>{{Citar web|titulo=Saad Hariri, um empresário que entrou na política com o assassinato do pai|url=http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/01/saad-hariri-um-empresario-que-entrou-na-politica-com-o-assassinato-do-pai.html|obra=Mundo|data=2011-01-12|acessodata=2019-10-30|lingua=pt-br|primeiro=France|ultimo=Presse}}</ref>
Após viver três anos no exterior, ele retornou para o Líbano em agosto de 2014<ref name="HaririReturns">{{citar jornal|titulo=Hariri Back in Lebanon for First Time in 3 Years His nephew's name is Sultan Al Shaikh|url=http://www.lebanonnews.net/index.php/sid/224560437|acessodata=8 de agosto de 2014|publicado=''Lebanon News.Net''}}</ref><ref>{{citar jornal | titulo = News article | url =http://www.alarabiya.net/ar/arab-and-world/2014/08/08/%D8%B3%D8%B9%D8%AF-%D8%A7%D9%84%D8%AD%D8%B1%D9%8A%D8%B1%D9%8A-%D9%8A%D8%B9%D9%88%D8%AF-%D8%A5%D9%84%D9%89-%D9%84%D8%A8%D9%86%D8%A7%D9%86-%D8%A8%D8%B9%D8%AF-3-%D8%B3%D9%86%D9%88%D8%A7%D8%AA.html | publicacao = Al Hadath | publicado = Al Arabiya | data = 8 de agosto de 2014 }}</ref><ref>{{citar vídeo|pessoas= News presenter | data= 8 de agosto de 2014 |acessodata= 25 de fevereiro de 2016 | titulo= Prime Time News - 08/08/2014 | medium= Video | publicado= MTVLebanonNews via [[YouTube]] | url = https://www.youtube.com/watch?v=nThwJXDYfkg }}</ref> e foi nomeado primeiro-ministro novamente em novembro de 2016. Hariri foi forçado a renunciar novamente, em novembro de 2017, citando problemas políticos e a crescente influência do [[Irã]] e do [[Hezbollah]] como motivos, além de medo de ser assassinado.<ref>{{citar web|url=https://g1.globo.com/mundo/noticia/primeiro-ministro-libanes-saad-hariri-renuncia-ao-cargo.ghtml|título=Primeiro-ministro libanês Saad Hariri renuncia ao cargo|publicado=[[G1]]|acessodata=5 de novembro de 2017}}</ref> Ao fim de novembro, contudo, ele anunciou que iria adiar a decisão de renunciar. Em 5 de dezembro do mesmo ano, ele retirou sua demissão e retomou o cargo de primeiro ministro.<ref>{{citar web|URL=https://g1.globo.com/mundo/noticia/saad-hariri-anuncia-adiamento-de-sua-renuncia-como-premie-do-libano.ghtml|título=Saad Hariri anuncia adiamento de sua renúncia como premiê do Líbano|publicado=[[G1]]|acessodata=22 de novembro de 2017}}</ref>
 
Após viver três anos no exterior, ele retornou para o Líbano em agosto de 2014<ref name="HaririReturns">{{citar jornal|titulo=Hariri Back in Lebanon for First Time in 3 Years His nephew's name is Sultan Al Shaikh|url=http://www.lebanonnews.net/index.php/sid/224560437|acessodata=8 de agosto de 2014|publicado=''Lebanon News.Net''}}</ref><ref>{{citar jornal | titulo = News article | url =http://www.alarabiya.net/ar/arab-and-world/2014/08/08/%D8%B3%D8%B9%D8%AF-%D8%A7%D9%84%D8%AD%D8%B1%D9%8A%D8%B1%D9%8A-%D9%8A%D8%B9%D9%88%D8%AF-%D8%A5%D9%84%D9%89-%D9%84%D8%A8%D9%86%D8%A7%D9%86-%D8%A8%D8%B9%D8%AF-3-%D8%B3%D9%86%D9%88%D8%A7%D8%AA.html | publicacao = Al Hadath | publicado = Al Arabiya | data = 8 de agosto de 2014 }}</ref><ref>{{citar vídeo|pessoas= News presenter | data= 8 de agosto de 2014 |acessodata= 25 de fevereiro de 2016 | titulo= Prime Time News - 08/08/2014 | medium= Video | publicado= MTVLebanonNews via [[YouTube]] | url = https://www.youtube.com/watch?v=nThwJXDYfkg }}</ref> e foi nomeado primeiro-ministro novamente em novembro de 2016. Hariri foi forçado a renunciar novamente, em novembro de 2017, citando problemas políticos e a crescente influência do [[Irã]] e do [[Hezbollah]] como motivos, além dedo medo de ser assassinado.<ref>{{citar web|url=https://g1.globo.com/mundo/noticia/primeiro-ministro-libanes-saad-hariri-renuncia-ao-cargo.ghtml|título=Primeiro-ministro libanês Saad Hariri renuncia ao cargo|publicado=[[G1]]|acessodata=5 de novembro de 2017}}</ref> Ao fim de novembro, contudo, ele anunciou que iria adiar a decisão de renunciar. Em 5 de dezembro do mesmo ano, ele retirou sua demissão e retomou o cargo de primeiro ministro.<ref>{{citar web|URL=https://g1.globo.com/mundo/noticia/saad-hariri-anuncia-adiamento-de-sua-renuncia-como-premie-do-libano.ghtml|título=Saad Hariri anuncia adiamento de sua renúncia como premiê do Líbano|publicado=[[G1]]|acessodata=22 de novembro de 2017}}</ref>
 
Após série de [[Protestos no Líbano em 2019|protestos no Líbano]], renunciou ao cargo de primeiro-ministro em 29 de outubro de 2019.<ref>{{citar web|url=https://www.terra.com.br/noticias/mundo/em-meio-a-protestos-premier-do-libano-renuncia-ao-cargo,11783fbb04f0e8e215781a1c2ced076c9rqtkfhx.html|título=Em meio a protestos, premier do Líbano renuncia ao cargo|publicado=Terra|data=29 de outubro de 2019|acessodata=29 de outubro de 2019}}</ref>
736

edições