Diferenças entre edições de "Véu da ignorância"

1 byte removido ,  20h04min de 19 de fevereiro de 2020
m
sem resumo de edição
m
[[File:Original Position.svg|thumb|upright=1.2|Véu da ignorância para evitar o precfonceitopreconceito. ]]
O "véu da ignorância" é um método para determinar a moralidade dos problemas. Ele pede ao tomador de decisão que faça uma escolha sobre uma questão social ou moral e pressupõe que ele tenha informações suficientes para saber as conseqüências de suas possíveis decisões para todos, mas não saberia ou não levaria em conta qual pessoa é. A teoria sustenta que o desconhecimento da posição final de uma pessoa na sociedade levaria à criação de um sistema justo, pois o tomador de decisão não gostaria de tomar decisões que beneficiem um determinado grupo em detrimento de outro, porque o tomador de decisão poderia teoricamente acabam nos dois grupos. A idéia está presente na filosofia moral pelo menos desde o século XVIII. O véu da ignorância faz parte de uma longa tradição de pensamento em termos de um contrato social que inclui os escritos de [[Immanuel Kant]], [[Thomas Hobbes]], [[John Locke]], [[Jean Jacques Rousseau]] e [[Thomas Jefferson]]. Nomes modernos de destaque ligados a ele são [[John Harsanyi]] e [[John Rawls]].
 
367

edições