Diferenças entre edições de "Hugo Leal"

940 bytes adicionados ,  18h00min de 2 de abril de 2020
sem resumo de edição
|depois2 =
|título3 = [[Deputado estadual]] do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]]
|mandato3 = {{dtlink|19|5|2005}}<ref name="Jornal da Alerj 85">{{Citar web |url=http://www2.alerj.rj.gov.br/jornalalerj/jornalalerj85.pdf |título=Jornal da Alerj - Ano III - Nº 85 - Rio de Janeiro, de 24 a 30 de maio de 2005 |formato=PDF |pagina=7 |publicado=[[Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro]] |acessodata=28 de março de 2020}}</ref><br />até {{dtlink||8|2005}}<ref name="CPDOC"/>
|título4 = [[Secretário de Estado|Secretário]] Estadual de [[Administração]] e Reestruturação do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]]
|mandato4 = {{dtlink|1º|1|1999}}<br />até {{dtlink|5|4|2002}}<ref name="CPDOC"/>
|antes4 =
|depois4 = Rômulo Dante Filho
|nascimento_data = {{dni|6|8|1962}}
|nascimento_data = {{dni|6|8|1962}}<ref name="Biografia1">{{Citar web|url=https://www.camara.leg.br/deputados/141450/biografia |título=Biografia do(a) Deputado(a) Federal Hugo Leal |publicado=Portal da [[Câmara dos Deputados do Brasil]] |acessodata=9 de março de 2020}}</ref>
|nascimento_local = [[Ouro Fino]], [[MG]]<ref name="Biografia1"/>
|morte_data =
|morte_local =
|nacionalidade = {{BRAn|o}}
|nome_mãe = Vicentina de Paula Pereira da Silva<ref name="Biografia1"/>
|nome_pai = Leal Pereira da Silva<ref name="Biografia1"/>
|prole =
|casamento_progenit =
|alma_mater = [[Universidade Federal do Rio de Janeiro]] {{small|(Direito)}}<br />[[Universidade Candido Mendes]] {{small|(Economia)}}<ref name="Biografia2">{{Citar web |url=http://www.deputadohugoleal.com.br/biografia/ |título=Do Direito a Política |publicado=Site pessoal de Hugo Leal |acessodata=9 de março de 2020}}</ref>
|premio =
|primeira-dama =
'''Hugo Leal Melo da Silva''' ([[Ouro Fino]], {{dtlink|6|8|1962}}) é um [[advogado]], [[compositor]], [[economista]] e [[político]] brasileiro. Atualmente filiado ao [[Partido Social Democrático (2011)|Partido Social Democrático]] (PSD), Hugo Leal é [[deputado federal]] pelo estado do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] desde 2007.<ref>{{Citar web |url=http://www.deputadohugoleal.com.br/atividade-legislativa/ |título=Atividade Legislativa |publicado=Site pessoal de Hugo Leal |acessodata=28 de março de 2020}}</ref> O político já foi filiado anteriormente aos seguintes partidos políticos: [[Partido Democrático Trabalhista]] (PDT); [[Partido Socialista Brasileiro]] (PSB); [[Partido Social Cristão]] (PSC); e [[Partido Republicano da Ordem Social]] (PROS).
 
Formou-se em [[Direito]] pela [[Universidade Federal do Rio de Janeiro]] (UFRJ) em 1987 e em [[Economia]] pela [[Universidade Candido Mendes|Faculdade Candido Mendes]] em 1990. É casado desde 1989 com Luise Gomes da Motta, com quem tem dois filhos: Laura e Luís.<ref name="Biografia2"/>{{Citar web |url=http://www.deputadohugoleal.com.br/biografia/ |título=Do Direito a Política |publicado=Site pessoal de Hugo Leal |acessodata=9 de março de 2020}}</ref>
 
Antes de exercer cargos eletivos e comissionados, Hugo Leal ocupou algumas funções relativas ao [[Partido Democrático Trabalhista]] (PDT), partido no qual foi membro de 1985 a 2001, em especial como advogado da legenda junto ao [[Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro|TRE-RJ]] e ao [[Tribunal Superior Eleitoral|TSE]]. Hugo foi secretário de duas pastas do [[Governo do Estado do Rio de Janeiro]] entre 1999 e 2006, durante as gestões dos governadores [[Anthony Garotinho]] e [[Rosinha Garotinho]], tendo sido também presidente do [[Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro]] (Detran-RJ) entre janeiro de 2003 e maio de 2005. O político, que atualmente é [[deputado federal]], ocupou uma cadeira de [[deputado estadual]] na [[Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro]] (Alerj) entre maio e agosto de 2005.<ref name="Biografia2"/> Em relação às eleições municipais de 2020, Hugo Leal é pré-candidato à [[Política e administração pública da cidade do Rio de Janeiro|Prefeitura do Rio de Janeiro]] pelo PSD.<ref>{{Citar web |url=https://psd.org.br/noticia/hugo-leal-e-o-pre-candidato-do-psd-no-rio-de-janeiro/ |título=Hugo Leal é o pré-candidato do PSD no Rio de Janeiro |publicado=[[Partido Social Democrático (2011)|Partido Social Democrático]] |data=13 de fevereiro de 2020 |acessodata=29 de março de 2020}}</ref>
 
== Carreira política ==
=== Movimento estudantil e funções no PDT ===
Quando era aluno da [[Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro]] em meados da década de 1980, Hugo Leal era ativo no movimento estudantil, tendo sido eleito três vezes para a diretoria do Centro Acadêmico Cândido de Oliveira (CACO). Filiou-se ao [[Partido Democrático Trabalhista]] (PDT) em 1985. No PDT, Hugo Leal foi advogado do partido junto ao [[Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro]] (TRE-RJ) e ao [[Tribunal Superior Eleitoral]] (TSE), membro da Executiva Nacional e consultor legislativo da liderança do partido na [[Câmara dos Deputados do Brasil|Câmara dos Deputados]]. Em 1995, assumiu a presidência da Companhia de Desenvolvimento de Itaguaí.<ref name="Biografia2"/>
 
=== Governos do Casal Garotinho (1999–2006) ===
Com a posse de [[Anthony Garotinho]] como governador do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] em 1999, Hugo Leal assumiu a Secretaria de Estado de Administração e Reestruturação. No cargo, entre outras coisas, colocou em dia o salário dos servidores públicos estaduais, estabeleceu um calendário anual de pagamento e fez mudanças na gestão da folha de pagamento que permitiram a concessão de aumentos reais nos salários de funcionários das áreas de saúde, educação e segurança pública.<ref name="Biografia2"/> Desfiliou-se do PDT em 2000 junto com o grupo político de [[Anthony Garotinho]] na época devido a divergências do governador ao presidente do partido na época, [[Leonel Brizola]].<ref>{{Citar web |url=https://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1611200011.htm |título=Garotinho deixa o PDT mesmo sem definir nova sigla |publicado=[[Folha de S.Paulo]] |data=16 de novembro de 2000 |acessodata=2 de abril de 2020}}</ref> Leal filiou-se ao [[Partido Socialista Brasileiro]] (PSB) em 2001, partido no qual disputou as [[eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2002]], ocasião em que obteve 30.410 votos para o cargo de [[deputado estadual]] e conquistou a segunda suplência da coligação PSB / [[Partido Social Trabalhista (1996)|PST]] / [[Partido Trabalhista Cristão|PTC]] na [[Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro]] (Alerj).<ref>{{Citar web |url=http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-anteriores/eleicoes-2002/candidaturas-votacao-e-resultados/resultado-da-eleicao-2002 |título=Resultado da eleição 2002 |publicado=[[Tribunal Superior Eleitoral]] |acessodata=2 de abril de 2020}}</ref>
 
Na gestão da governadora fluminense [[Rosinha Garotinho]], Hugo Leal assumiu a presidência do [[Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro]] (Detran-RJ), cargo que ocupou de 2003 a 2005. Durante a sua gestão à frente da autarquia, o Detran-RJ recebeu investimentos na modernização de seus sistemas, com a implementação da identificação digital e das provas eletrônicas, e na qualidade do atendimento. Na época, a interiorização dos serviços e o combate à corrupção foram outras prioridades da gestão.<ref name="Biografia2"/> Hugo deixou a presidência do órgão em maio de 2005 para ocupar uma das cadeiras da [[Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro]] (Alerj) como [[deputado estadual]], lugar vago devido à morte do deputado estadual [[Márcio Corrêa]] em um acidente de carro.<ref name="Jornal da Alerj 85"/> Em agosto de 2005, assumiu a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos do Cidadão, posto que ocupou até abril de 2006.<ref name="CPDOC"/>
Foi ainda presidente do [[Detran]]-RJ,<ref>{{Citar web |url=http://www.detran.rj.gov.br/ |título=Detran do Rio de Janeiro}}</ref> de janeiro de [[2003]] a maio de [[2005]], e Secretário de Justiça e Direitos do Cidadão, de 2005 a [[2006]], no governo [[Rosinha Garotinho]].<ref name="Biografia1"/> Ocupou como suplente o mandato de deputado estadual na [[Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro]] (ALERJ), em [[2005]].<ref name="Biografia1"/>
 
=== Deputado federal (2007–presente) ===
FoiNas eleito[[Eleições estaduais no Rio de Janeiro em 2006|eleições de 2006]], Hugo Leal recebeu 112.789 votos como candidato a [[deputado federal]] pelo estado do [[Rio de Janeiro, em(estado)|Rio de Janeiro]] pelo [[2006Partido Social Cristão]] (PSC), comtendo 112sido eleito para exercer o cargo na [[Lista de deputados federais do Brasil da 53.789ª votoslegislatura|53ª legislatura]] da [[Câmara dos Deputados do Brasil]].<ref>{{Citar web |url=http://eleicoes.folha.uol.com.br/2006folha/placarespecial/1turno2006/rjeleicoes/indexrj1df-1.jhtmhtml |título=UOLFolha Online - EleiçõesEspecial - 2006 - Eleições - Apuração - Rio de Janeiro |língua=- |autor=Deputado |obra=Federal |datapublicado=[[Folha de S.Paulo]] |acessodata=142 de fevereiroabril de 20112020}}</ref> Na [[Câmara dos Deputados do Brasil|Câmara dos Deputados]] foi relator da [[medida provisória]] 415/08 que proibia a comercialização de bebidas alcoólicas pelos estabelecimentos localizados às margens e redondezas das rodovias federais. A polêmica causada levou a modificações do projeto no Congresso Nacional que, entre outros dispositivos, pune, aferido pelo teste do [[etilômetro]], o motorista flagrado dirigindo um veículo com uma concentração igual ou superior a 6 [[decigrama]]s de álcool por litro de [[sangue]].<ref>{{citar web|url=http://www2.camara.gov.br/legin/fed/lei/2008/lei-11705-19-junho-2008-576771-publicacaooriginal-99902-pl.html|título=Lei nº 11.705, de 19 de Junho de 2008|autor=|data=|publicado=Portal da Câmara dos Deputados|acessodata=14 de fevereiro de 2011}}</ref> É sancionada como Lei 11705/08, chamada de de "[[Lei Seca]]".<ref>{{citar web|url=http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI2960186-EI306,00.html|título=Lula sanciona lei que proíbe beber antes de dirigir|autor=|data=19 de junho de 2008|publicado=Terra Notícias|acessodata=14 de fevereiro de 2011}}</ref>
 
Nas eleições de [[2010]], foi eleito para mais um mandato na Câmara, com 98.164 votos.<ref>{{Citar web |url=http://placar.eleicoes.uol.com.br/2010/1turno/rj/ |título=UOL - Eleições 2010 - Apuração - Rio de Janeiro |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=14 de fevereiro de 2011}}</ref>
 
Foi líder do PSC na Câmara dos Deputados, de fevereiro de [[2007]] a fevereiro de [[2011]].<ref>{{Citar web|url=https://www.camara.leg.br/deputados/141450/biografia |título=Biografia do(a) Deputado(a) Federal Hugo Leal |publicado=Portal da [[Câmara dos Deputados do Brasil]] |acessodata=9 de março de 2020}}</ref> Foi [[Eleições gerais no Brasil em 2014|eleito]] [[deputado federal]] em 2014, para a [[Lista de deputados federais do Brasil da 55.ª legislatura|55.ª legislatura (2015-2019)]]. Votou a favor do [[Impeachment de Dilma Rousseff|Processo de impeachment de Dilma Rousseff]].<ref name="G1 - como votou">{{citar web|url=https://g1.globo.com/politica/noticia/veja-como-deputados-votaram-no-impeachment-de-dilma-na-pec-241-na-reforma-trabalhista-e-na-denuncia-contra-temer.ghtml|titulo=Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer|data=02/08/2017|acessodata=11/10/2017|autor=G1}}</ref> Já durante o [[Governo Michel Temer]], votou a favor da [[PEC do Teto dos Gastos Públicos]].<ref name="G1 - como votou"/> Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente [[Michel Temer]].<ref name="G1 - como votou"/><ref>{{citar web|url=https://www.cartacapital.com.br/politica/como-votou-cada-deputado-sobre-a-denuncia-contra-temer|titulo=Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer|data=03/08/2017|acessodata=18/09/2017|autor=Carta Capital}}</ref>
Foi líder do PSC na Câmara dos Deputados, de fevereiro de [[2007]] a fevereiro de [[2011]].<ref name="Biografia1"/>
Foi [[Eleições gerais no Brasil em 2014|eleito]] [[deputado federal]] em 2014, para a [[Lista de deputados federais do Brasil da 55.ª legislatura|55.ª legislatura (2015-2019)]]. Votou a favor do [[Impeachment de Dilma Rousseff|Processo de impeachment de Dilma Rousseff]].<ref name="G1 - como votou">{{citar web|url=https://g1.globo.com/politica/noticia/veja-como-deputados-votaram-no-impeachment-de-dilma-na-pec-241-na-reforma-trabalhista-e-na-denuncia-contra-temer.ghtml|titulo=Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer|data=02/08/2017|acessodata=11/10/2017|autor=G1}}</ref> Já durante o [[Governo Michel Temer]], votou a favor da [[PEC do Teto dos Gastos Públicos]].<ref name="G1 - como votou"/> Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente [[Michel Temer]].<ref name="G1 - como votou"/><ref>{{citar web|url=https://www.cartacapital.com.br/politica/como-votou-cada-deputado-sobre-a-denuncia-contra-temer|titulo=Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer|data=03/08/2017|acessodata=18/09/2017|autor=Carta Capital}}</ref>
 
== Ver também ==