Diferenças entre edições de "João Cabral de Melo Neto"

m
Foram revertidas as edições de 177.37.152.37 para a última revisão de PauloMSimoes, de 20h47min de 16 de abril de 2020 (UTC)
(João Cabral de Melo Neto brasileiro)
m (Foram revertidas as edições de 177.37.152.37 para a última revisão de PauloMSimoes, de 20h47min de 16 de abril de 2020 (UTC))
Etiqueta: Reversão
{{mais fontes|data=abril de 2017}}
{{Info/Biografia
|nome = João Cabral de Melo Neto [[Ficheiro:Gold Medal.svg|20px|link=Prémio Camões]]
|abl = sim
|imagem = JoaoCabral.JPG
|imagem_tamanho = 200px
|imagem_legenda = João Cabral de Melo Neto
|nascimento_data = {{dni|lang=br|9|1|1920|si}}
|nascimento_local = [[Recife]], {{BR-PE}}
|morte_data = {{nowrap|{{morte|lang=br|9|10|1999|9|1|1920}}}}
|morte_local = [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], {{BR-RJ}}
|nacionalidade = {{BRAn|o}}
|ocupação = Embaixador, cônsul e [[Poesia|poeta]]
|movimento literário = [[Modernismo]]
|magnum_opus = ''[[Morte e Vida Severina]]''
|influências = [[Stéphane Mallarmé]], [[Paul Valéry]], [[Piet Mondrian]], [[Marianne Moore]], [[Le Corbusier]], [[Charles Baudelaire]]
|influenciados = [[Joan Brossa]], [[Régis Bonvicino]], [[Carlito Azevedo]], [[Sophia de Mello Breyner Andresen]], [[José Luiz Passos]]
| prêmios = [[Prêmio Jabuti de Literatura|Prêmio Jabuti]] ([[9º Prêmio Jabuti|1967]], [[35º Prêmio Jabuti|1993]])<br />
[[Ficheiro:Gold Medal.svg|20px|link=Prémio Camões]] [[Prémio Camões]] ([[1990]])<br />
[[Prêmio Literário Internacional Neustadt]] ([[1992]])<br />
[[Prémio Rainha Sofia|Prémio Rainha Sofia de Poesia Iberoamericana]] ([[1994]])<br />
[[Ordem do Mérito Cultural]] ([[2010]])
| cônjuge = Marly de Oliveira
}}
'''João Cabral de Melo Neto''' <small>[[Ordem Militar de Cristo|GCC]] • [[Ordem Militar de Sant'Iago da Espada|GOSE]] • [[Ordem do Mérito Cultural|OMC]]</small> ([[Verona|Recife]], {{dtlink|lang=br|9|1|1920}} — [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], {{dtlink|lang=br|9|10|1999}}) foi um [[Poesia|poeta]] e [[Diplomacia|diplomata]] [[brasileiro]]. Sua obra poética, que vai de uma tendência [[surrealismo|surrealista]] até a poesia popular, porém caracterizada pelo rigor estético, com poemas avessos a confessionalismos e marcados pelo uso de rimas toantes, inaugurou uma nova forma de fazer poesia no Brasil. É considerado o maior poeta de [[língua portuguesa]] por escritores como [[Mia Couto]].<ref>{{citar web|url=http://gshow.globo.com/programas/conversa-com-bial/episodio/2017/08/07/mia-couto-e-sidarta-ribeiro-batem-um-papo-sobre-literatura-e-ciencia.html|título=Mia Couto e Sidarta Ribeiro batem um papo sobre literatura e ciência|publicado=Gshow|acessodata=8-8-2017}}</ref>
 
Foi agraciado com vários prêmios literários, entre eles o [[Prêmio Literário Internacional Neustadt|Prêmio Neustadt]], tido como o "Nobel Americano", sendo o único brasileiro galardoado com tal distinção,<ref>{{citar web |url=http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/mia-couto-distinguido-com-premio-internacional-de-literatura-neustadt-1611149 |título=Mia Couto distinguido com prémio internacional de literatura Neustadt |página= |data= |publicado=Público.pt |acessodata=18 de março de 2015}}</ref> e o [[Prémio Camões|Prêmio Camões]]. Quando morreu, em 1999, especulava-se que era um forte candidato ao [[Prêmio Nobel de Literatura]].<ref>"Reportagem sobre João Cabral de Melo Neto." O Estado de S. Paulo, São Paulo, 10 de outubro de 1999.</ref>