Pizzagate: diferenças entre revisões

13 bytes removidos ,  19 de junho de 2020
m
formatação
(Criado ao traduzir a página "Pizzagate")
 
m (formatação)
=== Princípio ===
Em 30 de outubro de 2016, uma conta no Twitter ligada a supremacistas brancos espalhou que a polícia de Nova York teria descoberto uma rede de pedolofia mantida por membros do Partido Democrata. Nos dias seguintes, a versão se espalhou por sites de notícias falsas, muitos ligados ao então candidato e opositor de Hillary, Donald Trump.
 
 
 
<br />
 
=== Difusão em redes sociais ===
Dias antes da eleições presidenciais, sites de notícias falsas davam grande destaque à suposta descoberta. A notícia também se espalhou pelo Reddit e outros portais. Personalidades como o jogador de basquete Andrew Bogut e o criador de Minecraft Markus Persson estão entre as pessoas que compartilharam a teoria da conspiração. Análises indicavam que uma quantidade desproporcional de twits partiam de países com República Checa, Chipre e Vietnã, além da participação de bots.
 
 
=== Repercussão na imprensa turca ===
A impressa pró-governo da Turquia repercutiu a teoria da conspiração retirando as informações diretamente das redes sociais. Analistas escreveram que os boatos foram impulsionados internamente como meio de desviar a atenção das acusações de abuso infantil ocorrido naquele mesmo ano no país.