Diferenças entre edições de "Bramã"

19 bytes removidos ,  20h28min de 29 de julho de 2020
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 45.166.137.219 (usando Huggle) (3.4.10))
Etiquetas: Huggle Reversão
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
'''Brâman''' ou '''bramã'''<ref>SAMUEL, A. ''As religiões hoje''. Tradução de Benôni Lemos. São Paulo. Paulus. 1997. p. 78.</ref> ({{langx|sa|''brahman''}}, forma masculina e neutra de {{lang|sa|ब्रह्म, ''brahma''}}) é um conceito do [[hinduísmo]], semelhante ao conceito de [[absoluto]] presente em outras religiões. O termo designa o princípio divino, não personalizado e neutro do [[bramanismo]] e da [[teosofia]]. Não deve ser confundido com [[Brama|Brahmā]], que, juntamente com [[Vixnu|Viṣṇu]] e [[Xiva|Śiva]], forma a [[Trimúrti|trindade]] (''trimurti'') clássica [[Hinduísmo|hindu]].
 
Na teosofia, brâman é o "Absoluto", o "Espírito Divino e Infinito" que emana de [[Parabrahman]] no início de um novo ciclo de manifestação (chamado [[Mahamanvantara]]). Portanto, é a origem e raiz de toda a consciência que evolui neste mundo. Para o hinduísmo, esta evolução ocorre por sucessivas encarnações, doutrina esta que é chamada de ''[[metempsicose]]''.
 
A metempsicose hindu fundamenta-se em dois conceitos principais: