Diferenças entre edições de "Salomé (telenovela brasileira)"

6 bytes removidos ,  18h02min de 23 de agosto de 2020
 
== Produção e exibição ==
''Salomé'' foi a segunda e última tentativa da [[Rede Globo]] de apresentar uma telenovela totalmente [[gravação|gravada]] antes de sua [[estreia]], tal como já havia sido feito [[dois]] [[ano]]s antes, com ''[[Pacto de Sangue]]'', em [[1989]]. Como ''Pacto de Sangue'', ''Salomé'' não conquistou nem repercussão nem bons índices de [[audiência]]. ''Salomé'' teve uma das menores audiências da [[história da Rede Globo|história da Globo]] até então, com [[média]] geral de 35 pontos, muito baixa para o padrão da [[época]]. Ae mesmo com algumas cenas de repercussão como a cena do primeiro capítulo em que a personagem de Patrícia Pillar fica nua e os seus seios aparecem,a audiência da novela não emplacou.Para motivo de comparação a antecessora, ''[[Barriga de Aluguel (telenovela)|Barriga de Aluguel]]'', chegava a registrar mais de 60 pontos de audiência em alguns capítulos. Depois do fracasso de ''Salomé'', a [[Rede Globo]] ficouoptou quasepor 8 anos semnão produzir uma novelaobras de época nãopor um noperíodo horáriode dasoitos. 6Todavia,algumas masexceções tambémforam nosfeitas horáriosa dasexemplo 7 e das 8. Apenas algumasde minisséries dee época,séries como ''[[Engraçadinha: Seus Amores e Seus Pecados]]'' (um grande [[sucesso]], ao contrário da novela), e ''[[Hilda Furacão]]'' (outro sucesso, ambas ambientadas nos [[anos 60]] e produzidas respectivamente em [[1995]] e [[1998]]), continuaram sendo realizadas. O retorno efetivo veio com ''[[Força de um Desejo]]'', novela de [[Gilberto Braga]] e [[Alcides Nogueira]], [[protagonista|protagonizada]] por [[Malu Mader]] e [[Fábio Assunção]], em [[1999]], seguida de ''[[Esplendor]]'' e sucesso estrondoso de ''[[O Cravo e a Rosa]]''.
 
A [[ideia]] original de ''Salomé'' era a de que fosse apresentada com apenas 60 capítulos. O então vice-presidente de operações da emissora, [[Boni]], vetou o projeto, aumentando a duração da [[trama]], que passou a ter 107 capítulos. No entanto, a novela ainda é uma das mais curtas já produzidas para o horário das 18h.
 
O ''[[designer]]'' [[Hans Donner]] ainda hoje considera a abertura de ''Salomé'' - uma montagem com [[quadro]]s do [[pintor]] [[austríaco]] [[Gustav Klimt]] - uma das melhores aberturas já produzidas por ele para a emissora. O [[desenho]] do [[rosto]] que aparece no logo da novela é igual ao usado na abertura de ''[[Nina (telenovela)|Nina]]'', de [[1977]]. O [[música-tema|tema de abertura]], "Sombra em Nosso Olhar", seriachegou inicialmentea interpretadoser pelagravado [[cantor]]a e [[apresentador]]apor [[Mara Maravilha]].No entanto,de queúltima chegouhora,Boni atambém gravarvetou a [[canção]]. Mas a mesma foi posteriormente vetada em razãoversão de Mara trabalhar,sob naa época,alegação emdela outraser emissora,contratada odo [[SBT]]. Ela,e noser entanto,concorrente lançoudireta sua versão dade [[músicaXuxa]] mesmona assim,mesma incluindo-afaixa comohorária bônus(as emmanhãs).Esta seuversão álbumfoi "Curumim",substituída depela 1991.versão A cantorade [[Selma Reis]].Como substituiuo Maraálbum interpretando"Curumim",já oestava temafinalizado e em vésperas de aberturaser lançado,a faixa foi aproveitada e adicionada no mesmo como "bonus track".
 
Logo no início da novela, a atriz Patrícia Pillar fica nua, rapidamente é possível ver seus seios. Isso vale como curiosidade, para vermos como a televisão era diferente no início dos anos 90, pois a censura tinha acabado pouco antes.
 
== Elenco ==
19 146

edições