Diferenças entre edições de "Jorge de Altinho"

237 bytes removidos ,  19h42min de 27 de setembro de 2020
sem resumo de edição
m (Substituição de predefinições obsoletas)
 
<!-- 'BIOGRAFIA' REMOVIDA POR VIOLAR DIREITOS AUTORAIS. NÃO COPIE 'NADA' PARA A WIKIPÉDIA -->
Nascido Jorge Assis de Assunção, na Rua Antonio Carlos Ferreira, 66, bairro de Salgadinho, da histórica e patrimônio mundialde Olinda-PE. Filho de Anízio Brasilino de Assunção e Maria Assis de Assunção, batizado na Igreja de São Judas Tadeu, no mesmo bairro, em frente ao Centro de Convenções de Pernambuco.
 
Seu pai na época era proprietário de um posto de combustível, no bairro da Encruzilhada, em Recife. Decidido à uma vida mais tranqüila, obra do destino, mudou-se com a família para o município de Altinho, onde passou a negociar com secos e molhados, uma espécie de embrião do ramo de supermercados de hoje.
 
Em Altinho, o menino Jorge iria passar uma infância típica dasda crianças de sua idaderegião. Banhos de rios, no Una e Taquara, somente interrompidos com a ida ao Grupo Escolar Professor Francisco Joaquim de Barros Correia. Querido pelos amigos, exercia liderança ao ponto de criar dois times de futebol infantis: o Estrela e o Cruzeiro. O futebol foi e continua sendo uma das paixões de Jorge.
 
A música sempre o fascinou, ao ponto de copiar suas matérias escolares, ouvindo canções. Chamou sua atenção "Menina Linda", de Renato e seus Blue Caps, sucesso dos Beatles, que por curiosidade resolveu copiar a música inteira no caderno. Nascia involuntariamente seu envolvimento com a música de forma definitiva e irrevogável. O tempo e os fatos iriam comprovar.
 
Eis Jorge, que um dia foi de Olinda, de Caruaru, de Altinho e que hoje é do mundo, afinal, suas obras pertencem ao universo dos amantes da boa música popular brasileira. Assim é Jorge, imutável pelo talento, corajoso como o sertanejo, detalhista, exigente em sua arte e sobretudo, o cancioneiro que fez o forró ganhar o mundo.
 
''Por: jornalista Ronaldo Sotero''
 
== Discografia <ref>http://www.jorgedealtinho.com.br/discografias.asp</ref>==
278

edições