Diferenças entre edições de "Representações de Maomé"

13 bytes adicionados ,  13h38min de 10 de novembro de 2020
m
 
Dois dias depois, em 31 do mesmo mês, um padre [[Igreja Ortodoxa Grega|ortodoxo grego]] foi alvejado duas vezes enquanto fechava sua igreja, por volta das 16 horas local, em [[Lyon]], na França. Testemunhas relataram ter visto um homem fugindo do local e encontrado o padre, de 52 anos, ferido a bala. O padre foi socorrido e levado para um hospital em estado grave, o atirador, cujo objetivo também era reparar o insulto ao [[Maomé|profeta]], conseguiu fugir.<ref>{{Citar web |url=https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/ansa/2020/10/31/padre-ortodoxo-e-baleado-na-porta-de-igreja-em-lyon-na-franca.htm |titulo=Padre ortodoxo é baleado na porta de igreja em Lyon, na França |acessodata=2020-11-01 |website=noticias.uol.com.br |lingua=pt-br}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://www.sbt.com.br/jornalismo/sbt-brasil/noticia/152819-padre-ortodoxo-e-baleado-em-igreja-de-lyon-na-franca |acessodata=2020-11-01 |website=www.sbt.com.br}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/10/31/padre-ortodoxo-e-baleado-em-lyon-na-franca-diz-policia-local.ghtml |titulo=Padre ortodoxo é baleado em Lyon, na França, diz polícia local |acessodata=2020-11-01 |website=G1 |lingua=pt-br}}</ref>
 
Novamente, homens armados no intuito de reparar o insulto ao [[Maomé|profeta]], referente as charges do jornal francês, atacaram com fuzis o centro de [[Viena]], capital da [[Áustria]] na noite do dia 2 de novembro. Pelo menos três pessoas, uma deles um dos atacantes, morreram no local, no que o chanceler austríaco, [[Sebastian Kurz]], chamou de "repulsivo ataque terrorista". O prefeito de [[Viena]], Michael Ludwig, disse à imprensa local que 15 pessoas tinham sido levadas a um hospital, sete delas em estado grave. No dia 6 de novembro, o governo da [[Áustria]] anunciou o fechamento de duas mesquitas em [[Viena]] supostamente ligadas ao [[Islão|Islã]] radical.  A iniciativa prevê a dissolução das associações religiosas e a revogação de seu status jurídico. As duas mesquitas eram frequentadas por Kujtim Fejzullai, autorum dos autores do atentado que deixou quatro mortos em [[Viena]]. O jovem austríaco-macedônio de 20 anos foi baleado e morto pela polícia. <ref>{{Citar web |url=https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/11/02/serie-de-ataques-deixa-mortos-e-feridos-em-viena-na-austria.ghtml |titulo=Série de ataques deixa mortos e feridos em Viena, na Áustria |acessodata=2020-11-10 |website=G1 |lingua=pt-br}}</ref> <ref>{{Citar web |url=https://oglobo.globo.com/mundo/austria-admite-que-havia-recebido-alerta-sobre-autor-de-ataque-terrorista-em-viena-24728598 |titulo=Áustria admite que havia recebido alerta sobre autor de ataque terrorista em Viena |data=2020-11-04 |acessodata=2020-11-10 |website=O Globo |lingua=pt-BR}}</ref> <ref>{{Citar web |ultimo=France-Presse' |primeiro='Agência |url=https://www.correiobraziliense.com.br/mundo/2020/11/4886257-confirmada-terceira-morte-no-ataque-em-viena-na-austria.html |titulo=Confirmada terceira morte no ataque em Viena, na Áustria |data=0323-11-02 |acessodata=2020-11-10 |website=Mundo |lingua=pt-BR}}</ref> <ref>{{Citar web |url=https://istoe.com.br/governo-da-austria-fecha-2-mesquitas-em-viena/ |titulo=Governo da Áustria fecha 2 mesquitas em Viena |data=2020-11-06 |acessodata=2020-11-10 |website=ISTOÉ Independente |lingua=pt-BR}}</ref>
 
=== Artigo da Wikipédia em língua inglesa ===
438

edições